Pacotinhos de salmão com alho-poró

salmaoQue tal um prato leve e delicioso que é a cara do verão? Em menos de uma hora você pode oferecer este delicioso salmão com toques cítricos para a sua família ou amigos. Uma salada verde com balsâmico fica ótima como acompanhamento.

Ingredientes:

  • 2 talos de alho-poró, aparados e fatiados fino
  • 1 pitada generosa de açúcar
  • sal e pimenta-do-reino moída
  • 2 filés de salmão sem pele, de 300 g cada
  • 1 colher (sopa) de endro fresco picado
  • suco de 1 limão

Para decorar:

  • tiras bem finas de limão
  • ramos de endro fresco

Rende 4 porções. Tempo de preparo: 10 minutos. Tempo de cozimento: 35 minutos.

Modo de preparo:

  1. Coloque os talos de alho-poró em uma panela de base larga com 2 colheres (sopa) de água e salpique com açúcar, sal e pimenta-do-reino. Tampe e cozinhe por 25 minutos em fogo baixo.
  2. Preaqueça o forno a 200°C. Corte 4 folhas de papel manteiga de 30 cm x  35 cm.
  3. Corte os filés de salmão ao meio e tempere ambos os lados.
  4. Uma vez que os talos de alho-poró estejam macios, corte-os em quatro e espalhe 1 ⁄4  no centro de cada folha de papel manteiga. Coloque cada pedaço de salmão sobre um montinho de alho-poró, salpique o endro picado e polvilhe suco de limão.
  5. Feche os pacotinhos, juntando as pontas mais longas, virando-as para baixo e torcendo as pontas. Coloque-os em uma assadeira e asse por 10 minutos.
  6. Sirva o peixe em seguida, ainda dentro dos pacotinhos de papel. Decore com tirinhas de limão e endro.

Dicas:

  • Embrulhar o peixe com papel retém os sabores e sumos e produz resultados suculentos – além de proporcionar uma forma divertida de servir.
  • Se você não conseguir encontrar filés de salmão de 300 g, compre quatro filés menores, de 150 g cada, e deixe-os inteiros.
  • Pode-se usar cebolinha fresca ou salsa picada no lugar do endro.
  • Batatas com hortelã e ervilhas frescas combinam perfeitamente com este prato.

Número 1 e 2 no lugar certo

 

petUma das maiores alegrias de quem tem um cachorro é chegar em casa e ser recebido com uma festa (mesmo que você tenha ficado só dez minutos fora!) Mas uma das partes nem tão agradáveis assim é chegar em casa e ser recebido com um “presentinho” indesejado: uma poça de xixi ou um cocô no meio do corredor ou da sala. O processo de ensinar o pet a fazer as necessidades no local correto pode ser um pouco cansativo, mas qualquer dono pode conseguir sozinho. Separamos algumas dicas importantes:

  1. Estabelecer horários é muito importante para ensinar o local correto e isso começa pelo controle da alimentação. Se você deixar a ração disponível o dia todo, o organismo do seu animal não ficará regulado. Se ele tiver horários fixos para as refeições irá assimilar com mais facilidade o horário de fazer suas necessidades.
  2. Uma vez que esse horário esteja começando a se estabelecer, fique atento. Assim que a hora estiver próxima, antecipe-se e leve o pet até o local que você escolheu para as necessidades.
  3. Os acertos devem ser reconhecidos positivamente. Se o cão fizer xixi ou cocô no lugar certo, elogie, faça carinhos ou ofereça um petisco – ou seja, reforce o sentido positivo daquela conquista. Se o cão percebe a recompensa disso, assimila mais facilmente o local de fazer as necessidades.
  4. É claro que, mesmo acertando com mais frequência, uma hora ou outra seu pet irá errar e fazer as necessidades no lugar errado. Se você flagrar esse momento, interrompa e leve-o até o lugar certo, de maneira carinhosa. Faça com que ele termine no local adequado e recompense se ele conseguir.
  5. Prender o pet no local das necessidades para que ele aprenda “na marra” não funciona. Se ele associar o local como algo ruim, aí mesmo é que não voltará lá para aqueles momentos de total vulnerabilidade.
  6. Sempre que o pet fizer as necessidades em local errado, limpe bastante com produtos de limpeza perfumados. Se o animal sentir o cheiro anterior, possivelmente repetirá o erro no local.
  7.  Evite limpar suas necessidades na frente do seu cachorro. Isso pode fazer com que seu cachorro entenda que assim ele chama sua atenção, e em vez de mudar o comportamento, ele continuará fazendo no lugar errado.
  8. Não é eficaz repreender seu cãozinho horas depois de ter feito as necessidades em local errado porque ele simplesmente não entenderá. Se você não flagrar o ato “errado”, limpe adequadamente e volte a ficar atento para pegá-lo no flagra e aí sim ensiná-lo.
  9. O local das necessidades deve ser afastado do local onde ficam o potinho de água e comida.

Com um pouco de paciência e carinho, o cachorro logo aprenderá a obedecer as regras da casa :)

 

 

Berinjela de forno com iogurte

berinjelaNeste delicioso prato de baixa caloria, são assadas camadas intercaladas de fatias grelhadas de berinjela e abobrinha com molho de tomate e iogurte temperado com cominho. Fatias grossas de pão de gergelim e uma salada verde crocante são os acompanhamentos perfeitos.

Ingredientes: 

3 colheres de sopa de azeite de olive extravirgem

1 cebola roxa, bem picada

2 dentes de alho, bem picados

1 lata de tomates picados, cerca de 400 g

2 colheres de chá de pasta de tomate seco

6 colheres de sopa de vinho tinto seco

1 folha de louro

2 colheres de sopa de salsa picada

3 berinjelas, cerca de 700 g no total, cortadas em fatias de 1 cm

3 abobrinhas, cerca de 450 g no total, cortadas em fatias finas

1/2 colher de chá de cominho em pó

400 g de iogurte natural desnatado

2 ovos, batidos

30 g de queijo parmesão, ralado na hora

sal e pimenta-do-reino a gusto

Tempo de preparo: cerca de 50 minutos. Tempo de cozimento: 40-45 minutos. Serve 4 pessoas.

 

Modo de preparo:

1. Numa panela, aqueça 1 colher de sopa de azeite e refogue a cebola por cerca de 8 minutos ou até ficar macia. Acrescente o alho e refogue por mais um minuto, mexendo. Junte os tomates picados e seu caldo, a pasta de tomate seco, o vinho e a folha de louro. Tampe a panela e cozinhe em fogo brando por 10 minutos.

2. Destampe a panela e deixe o molho ferver por mais 10 minutos ou até engrossar um pouco, mexendo de vez em quando. Retire a folha de louro. Acrescente a salsa e tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.

3. Enquanto o molho cozinha, preaqueça a grelha em fogo moderado. Pincele levemente as fatias de berinjela e abobrinha com as 2 colheres de sopa de azeite restantes. Grelhe-as, aos poucos, por 3 a 4 minutos de cada lado ou até ficarem escuras e bem macias.

4. Preaqueça o forno a 180ºC. Misture o cominho à metade do iogurte.

5. Arrume um terço das fatias de berinjela, em uma camada, num refratário com capacidade para cerca de 2,5 litros. Com uma colher, ponha por cima metade do molho de tomate. Disponha, em outra camada, metade das fatias de abobrinha e salpique metade do iogurte temperado com cominho. Repita as camadas e termine com uma camada das fatias restantes de berinjela.

6. Misture os 200 g restantes de iogurte aos ovos batidos e metade do queijo parmesão. Despeje por cima das berinjelas, espalhando-a com as costas de uma colher para cobrir tudo por igual. Salpique o queijo parmesão restante.

7. Leve ao forno por 40 a 45 minutos ou até a superfície estar levemente dourada e firme e o molho borbulhar. Sirva quente, no refratário.

Cada porção fornece: 304 kcal, 17 g de proteínas, 16 g de gorduras (dos quais 4 g de gorduras saturadas), 20 g de carboidratos (dos quais 18,5 g de açúcares), 6 g de fibras.

Dicas e sugestões:

  • Para um prato com camadas de frango, espinafre e iogurte:
  • cozinhe em água fervente 2 alhos-porós grandes, cortados em fatias, por 4 a 5 minutos ou até ficarem macios.
  • Escorra e espalhe metade deles no fundo de um refratário grande com capacidade para 1,7 litro.
  • Corte em fatias grossas 300 g de filé de peito de frango cozido e arrume-as por cima do alho-poró. Reserve.
  • Coloque 450 g de espinafre lavado numa panela grande, tampe e cozinhe em fogo brando por 2 a 3 minutos, sacudindo a panela de vez em quando, até o espinafre murchar. Escorra na peneira, mas não esprema.
  • Refogue 2 cebolas pequenas, bem picadas, em 15 g de manteiga na panela já limpa.
  • Acrescente 1 dente de alho amassado e refogue por mais 1 minuto.
  • Adicione 170 g de queijo coalho, 3 colheres de sopa de leite semidesnatado, 1 colher de chá de mostarda em grão, uma pitada de noz-moscada ralada na hora e sal e pimenta-do-reino a gosto.
  • Aqueça em fogo baixo, mexendo, até tudo estar misturado, e depois junte o espinafre.
  • Ponha por cima do frango e, sobre essa mistura, espalhe o restante do alho-poró.
  • Combine 150 g de iogurte natural desnatado com 20 g de queijo gruyere ralado, 1 ovo batido e temperos a gosto.
  • Jogue por cima do alho-poró e salpique com mais 20 g de queijo gruyère ralado.
  • Asse em forno preaquecido a 180ºC por 35 minutos.
  • Deixe descansar por 5 minutos depois sirva com batatas assadas.

Sonhar com leão significa…?

“O sonho é a pequena porta escondida no santuário mais profundo e íntimo da alma, que se abre para a noite cósmica primordial que foi a alma muito antes de existir o ego consciente, e será alma muito além do que o ego consciente poderia alcançar.” (Carl Jung, psiquiatra)

A humanidade viajou pelas profundezas dos oceanos. Já pisamos na Lua. Enviamos sondas para coletar seixos em Marte. Tiramos fotos na vastidão insondável do espaço. Ainda assim, não sabemos bem o que acontece, ou aonde vamos, todas as noites quando nos deitamos na cama, fechamos os olhos e dormimos. E muitas vezes sonhamos.

O importante com relação aos sonhos é que qualquer coisa pode acontecer, admite-se qualquer tipo de cenário surreal, sem bloqueios. No mundo dos sonhos, você pode ser um super-herói ou um deus, um animal, um vagabundo, um bule de chá. Os sonhos nos permitem recorrer a um mundo imaginário interno que é tão vasto quanto o universo externo, investigado pelas sondas espaciais. A possibilidade de um sonho fabuloso é suficiente para fazer com que a hora de ir para a cama se pareça com um propósito realmente divertido.

leaoPor exemplo, vamos dizer que você sonhe com um leão. Então tem de perguntar a si mesmo – o que é um leão? Um animal grande e com pelo dourado, dentes pontiagudos e garras afiadas, originário da África? É o símbolo de um dos signos do zodíaco? Ou é um animal que representa coragem, força, firmeza e ferocidade? Por outro lado, é possível que você logo pense no leão covarde do Mágico de Oz. Claro que o leão é tudo isso e muito mais. Se sonhar com um leão, o sentido do sonho é ditado pelo que o leão representa para você, pessoalmente, assim como o significado arquetípico do símbolo e o contexto no qual ele aparece no sonho. Nem sempre é fácil. Por isso é sempre bom aplicar o princípio da navalha de Ockham em relação a quase tudo. O que é o princípio da navalha de Ockham? A despeito de ser uma expressão fabulosa para se lançar em jantares elegantes, a navalha de Ockham diz que, das explicações possíveis para todas as coisas neste mundo, a mais simples e óbvia costuma ser a melhor. 

Outra coisa a frisar: por mais estranhos que pareçam, deixe os sonhos “serem o que são”. Deixe-os respirar, viva com eles um pouco antes de desconstruí-los. Enquanto isso, talvez queira pensar em usar seus significados como pistas para solucionar alguns probleminhas. Separamos alguns itens da simbologia dos sonhos que podem ser úteis e divertidos. Veja só:

Sonhar com…

ABACAXI: Uma casca espinhosa e difícil protege o centro doce e saboroso de um abacaxi. É bem provável que se trate de um sonho relacionado com você ou com alguém em quem você está interessado.

ACIDENTE: Se sonhar que se encontra envolvido em um acidente, é provável que exista uma situação na sua vida com a qual não esteja contente. Talvez um “acidente à espera para acontecer”, algo no sentido metafórico. Sonhar que você é a causa de um acidente é um bom exemplo do sonho de ansiedade comum. Preste atenção para ver o que o está deixando preocupado quando acordado. Em seguida, movimente-se para mudar as coisas. Se sonhar que alguém na sua vida sofreu um acidente, isso pode querer dizer que, de fato, você está preocupado com aquela pessoa. Ou que é hora de terminar o relacionamento com a pessoa em questão. Somente você pode saber qual resposta tem chances de ser a correta.

ÁGUA: Em todos os seus aspectos, a água representa o elemento feminino e as emoções. Saber desse simples fato reduz bastante a quantidade de hipóteses relacionadas com sonhos com água. Isso significa que tudo o que tem a fazer é observar o tipo de água, sua condição e seu “temperamento”.

ASAS: Você tem asas no sonho, mas é incapaz de voar? Isso significa que você possui todos os atributos dos quais necessita, mas que a sua própria atitude mental o está detendo. Asas simbolizam transcendência e comunicação divina, e a capacidade de “fugir” pode se referir à sua vida espiritual e emocional, assim como à sua carreira. No entanto, não se requer asas para voar em um sonho. Voar é um dos sonhos mais comuns que se pode ter.

BÚSSOLA: A tarefa principal de uma bússola é indicar a direção. Nos sonhos, o seu subconsciente se comunica com você. Logo, é lógico supor que sonhar com uma bússola indique que o seu subconsciente está tentando lhe dizer alguma coisa sobre a direção que a sua vida está tomando. Talvez você tenha de mudá-la.

CABELO: O cabelo é um indicador simbólico muito importante. Seu cabelo está sendo cortado? Então você está dizendo adeus ao passado. Se o seu cabelo for comprido e exuberante no sonho, você está confiante em termos sexuais. Caso esteja despenteado e com o cabelo embaraçado, o oposto é verdade e você sente que a sua vida se encontra confusa. Se alguém estiver penteando o seu cabelo, você almeja atenção na vida desperta. Um sonho com o cabelo caindo pode vir acompanhado do mesmo tipo de pânico como o sonho da perda de dentes. Isso significa uma perda notável de força, controle e virilidade. No entanto, se sonhar que tem cabelo branco, você está descobrindo sabedoria interior.

PAIS: Um dos pais ou ambos representam os aspectos relacionados com a maturidade e com a proteção de si mesmo. Se sonhar que os seus pais morreram, quando na realidade se encontram vivos, então você está passando por uma fase rápida de amadurecimento. É possível que esteja se aproximando do momento de começar a formar a própria família.

PADRE: Tratando-se de uma figura de autoridade confiável, um padre no sonho lhe dirá o que você tem de saber. Pode ser que ele esteja se comportando de uma maneira inesperada. Isso indica que você deve considerar uma abordagem lateral a uma situação ou problema em particular.

RELÓGIO: Em um sonho, ver qualquer tipo de dispositivo que diga as horas indica uma preocupação com o tempo. Esse é o tipo de sonho que talvez você tenha se souber que precisa acordar mais cedo do que o costume, e se estiver ansioso, com receio de que o despertador não toque. É possível também que se encontre preocupado com o passar do tempo de modo geral e, inevitavelmente, com a própria morte.

ROUPA ÍNTIMA: Epa! Você está sonhando que se encontra apenas de roupa íntima em público? É provável que se sinta desconcertado e envergonhado, mas, de fato, tudo o que está acontecendo é que uma parte sua, que em geral se encontra escondida, está sendo mostrada. Talvez na vida desperta você esteja sendo questionado a mostrar uma parte de si mesmo da qual costuma se esquivar de revelar.

E, para terminar, quem nunca teve algum sonho misterioso ou muito esquisito com DENTES? Um daqueles sonhos horríveis nos quais todos os dentes da nossa boca caem? Às vezes, é possível que estejam balançando livremente. Ou talvez apenas se esfacelem e virem poeira ao menor toque. Trata-se de uma sensação hedionda. E é esquisito como a sensação de ansiedade e de horror pode se prender a você por um bom tempo.

Nossos dentes falam muito sobre nós nos dias de hoje. Como uma sociedade, podemos gastar fortunas para branqueá-los, endireitá-los ou modificar o dentinho saliente. Aparelhos dentários, antes usados apenas por crianças na fase escolar, agora são vistos com frequência em adultos. Nos últimos anos, os dentes se tornaram um símbolo de status importante. E esse novo aspecto de nossos dentes apenas serve para aumentar a ansiedade que sentimos quando os perdemos, mesmo que seja apenas no sonho, e não na vida real.

Os dentes não são apenas um símbolo de status. Embora as dentaduras sejam comuns, os dentes – reais ou falsos – são uma parte vital do nosso equipamento de sobrevivência, sendo usados para quebrar os alimentos em pedaços aceitáveis para a digestão. Também são um símbolo poderoso de sexualidade. Você realmente iria querer beijar alguém com uma boca repleta de dentes podres?

Logo, é correto supor que sonhar com a perda de dentes seja um sonho de ansiedade por excelência. Depende de você descobrir quais são essas ansiedades e encontrar meios de minimizá-las. Quando tiver um sonho relacionado com a perda dos próprios dentes, reflita sobre o que aconteceu mais cedo durante o dia de modo que surja um padrão. As coisas nunca costumam ser tão ruins quanto talvez você pense. E o simples fato de examiná-las com alguém neutro costuma ajudar.

AVC: um inimigo nem tão silencioso

Um pequeno coágulo. A ruptura de um vaso sanguíneo fino como um fio de cabelo. Perturbações mínimas podem provocar um AVC – uma lesão no cérebro que interrompe o fluxo de sangue e oxigênio, destrói preciosas células cerebrais e pode alterar a vida da pessoa. Os AVCs matam pelo menos 5 milhões de pessoas no mundo a cada ano e deixam incapacitados outros milhões, porém figuram em último lugar na lista das doenças mais temidas. Se agir agora, porém, você pode evitar esse comprometimento.

Causas

Quase 90% dos AVCs são causados por um coágulo ou uma placa protuberante que bloqueia o fluxo sanguíneo para parte do cérebro. Os demais casos decorrem de ruptura de um vaso sanguíneo no cérebro ou próximo dele, com interrupção do suprimento de oxigênio para as células adjacentes.

cerebroSintomas

Os sinais clássicos são dormência, fraqueza ou paralisia repentinas do rosto, do braço ou da perna, geralmente unilateral; súbita dificuldade para falar ou compreender a fala; início abrupto de visão turva, dupla ou diminuída; ocorrência brusca de tonteira, desequilíbrio ou perda da coordenação; dor de cabeça intensa ou atípica; confusão. Sinais que podem ser exclusivos das mulheres: perda da consciência ou vertigem; falta de ar; queda; dor súbita no rosto, no tórax, nos braços ou nas pernas; convulsões; soluços, náuseas e cansaço abruptos; palpitação ou taquicardia repentina.

Leve a sério o ataque isquêmico transitório (AIT)

Antes de um AVC, 30% a 40% das pessoas têm um aviso: um miniacidente vascular cerebral de curta duração – o ataque isquêmico transitório (AIT). Os sintomas incluem perda da força ou súbita dormência no rosto, braço ou perna; confusão ou incapacidade de falar; perda da visão; e/ou cefaleia atípica. Cessam tão rápido quanto começam (geralmente em 24 horas), mas isso não significa que o perigo tenha passado. Se você não tomar providências, o risco de ter um AVC nos dois dias seguintes será de 1 em 20 e, ao longo dos três meses subsequentes, de 1 em 10. Informe ao médico imediatamente o que aconteceu. Ele poderá prescrever medicamentos para evitar a formação de coágulos sanguíneos, diminuir o nível de colesterol e reduzir a pressão arterial.

Principais estratégias de prevenção

Controle a pressão arterial

Se a sua pressão está acima de 120/80, você está correndo um risco de AVC muito maior do que uma pessoa cuja pressão esteja abaixo desses índices. Por quê? O seu sangue fluirá mais rápido através das artérias e veias. Esse ritmo acelerado representa uma tripla ameaça para você ao lesar os vasos sanguíneos encefálicos e as artérias carótidas, situadas no pescoço, que transportam o oxigênio responsável pela vida das células encefálicas. Também pode provocar o surgimento, nessas artérias, de “dilatações” frágeis, que podem se romper. E ainda pode causar o espessamento das artérias a ponto de acarretar sua constrição e fechamento. Não é de admirar, portanto, que a hipertensão arterial seja a principal causa de AVC.

A boa notícia: se a pressão arterial (PA) estiver alta, cada queda de 5 mmHg pode reduzir o risco de AVC em 42% ou mais. A estratégia é eficaz tenha você 45 ou 95 anos. Em um estudo britânico realizado com quase 3.500 pessoas hipertensas acima de 80 anos, as que usaram medicamentos e tiveram a pressão arterial reduzida para 150/80 diminuíram o risco de AVC em 53% em comparação com o risco dos voluntários tratados com placebo. Essa pressão arterial é mais alta do que a meta saudável (120/80) mencionada antes, mas ilustra os benefícios da redução da PA elevada. A meta individual de PA saudável deve ser estabelecida pelo seu médico.

Talvez você nem precise de medicamentos para chegar à pressão arterial ideal. Se a pressão máxima (sistólica) estiver entre 120 e 139, ou se a mínima (diastólica) estiver entre 80 e 89, você tem pré-hipertensão – e uma boa chance de diminuir a pressão arterial, seja por emagrecimento, exercícios ou por meio de uma dieta saudável, com menos sal, rica em frutas, hortaliças e laticínios desnatados.

Reduza o “mau” colesterol

O excesso de LDL, o mau colesterol, na corrente sanguínea inicia um processo que leva ao surgimento de faixas espessas de gordura que formam as placas pegajosas na superfície interna da parede da artéria, inclusive das importantes artérias carótidas que irrigam o cérebro. O estreitamento dessas linhas de suprimento pode ser tamanho que mesmo um coágulo ínfimo atua como se fosse uma tampa no ralo da pia da cozinha.

A redução do nível de LDL com uma dieta pobre em gordura, associada a um medicamento do tipo estatina, diminui o tamanho dessa placa perigosa e protege o cérebro. Um estudo realizado com 2.531 homens cujos níveis de LDL estavam ligeiramente elevados mostrou que aqueles que tomaram medicamentos redutores de colesterol tiveram o risco de AVC diminuído em 31%.

A melhor estratégia para reduzir o nível de LDL é uma alimentação pobre em gordura saturada e rica em frutas, hortaliças, cereais integrais e laticínios desnatados. Evite comer carnes vermelhas e laticínios integrais, como queijo. Perca peso se for necessário. E exercite- se! Se o colesterol continuar alto (o nível ideal de LDL é abaixo de 100 mg/dL; e nas pessoas diabéticas ou com histórico de doença cardíaca é ainda menor, abaixo de 70 mg/dL), converse com seu médico sobre o uso de estatinas. Se você já teve um AVC, esse medicamento pode reduzir em 16% o risco de um segundo episódio.

Pare de fumar

Bastam dez cigarros por dia para aumentar em 90% o risco de AVC – mesmo que os seus níveis de colesterol e de pressão arterial estejam baixos. A nicotina, o monóxido de carbono e um coquetel de outras substâncias químicas liberadas pela queima do tabaco causam o enrijecimento das artérias, aumentam o tamanho das placas nas paredes arteriais e tornam o sangue mais viscoso e propenso à coagulação. Pare de fumar hoje e em apenas cinco anos esse risco será igual ao de uma pessoa que nunca fumou.

Exercite-se regularmente e coma nozes

Essas estratégias podem elevar os níveis de HDL – o “bom colesterol” que remove o LDL da corrente sanguínea. O nível mínimo saudável de HDL nas mulheres é de 50 mg/dL e nos homens, 40 mg/dL. No entanto, um nível mais alto é benéfico para o cérebro. Um estudo mostrou que as pessoas com maiores níveis de HDL tiveram reduzidos em incríveis 80% o risco de um AVC causado por placas de gordura.

Inclua peixe no cardápio

O consumo de atum, grelhado ou assado, ou de outros peixes, uma a quatro vezes por semana, pode reduzir em 27% o risco de AVC, talvez porque as gorduras saudáveis do peixe mantenham os vasos sanguíneos flexíveis e protejam contra a formação de placas. Mas, atenção: um estudo da Escola Médica de Harvard mostrou que o consumo de peixe frito apenas uma vez por semana aumentou em 44% o risco de AVC!

Beba pouco, depois pare

Alguns goles podem diminuir o risco de AVC, mas o excesso de bebida causa seu aumento, segundo os pesquisadores chineses que acompanharam 64 mil homens ao longo de nove anos. Conclusão: o consumo de 1 a 6 drinques por semana reduz em 8% o risco de AVC; mais de 21 drinques por semana aumentam o risco em 22%. E não beba tudo na noite de sexta-feira; os especialistas sugerem no máximo um drinque por dia para mulheres e dois para os homens.

Aquecedores a gás: entenda antes de instalar

boilerEm tempos de conscientização ambiental, muitas pessoas estão optando por trocar seus chuveiros com aquecimento elétrico, que consomem MUITA energia, por sistemas de aquecimento a gás. Naturalmente essa segunda opção é um pouco mais caro em termos de instalação e manutenção, mas o reflexo na redução da conta de luz compensa bastante. Mas antes de pensar em trocar o sistema da sua casa, que tal conhecer um pouco as possibilidades de aquecedores disponíveis no mercado? Os aquecedores à gás estão divididos basicamente em dois grandes grupos: os de passagem e os por acumulação. Podem usar gás natural (que é o gás encanado nas cidades) ou GLP, que é o
gás de botijão. É muito importante determinar qual tipo de gás seu aquecedor irá consumir antes de comprar o aparelho ou ele não vai funcionar.

Aquecedores a gás de passagem

Embora existam há muito tempo, os aquecedores a gás de passagem ganharam um grande impulso no Brasil durante a crise de energia de 2001 e 2002, quando mostraram-se uma alternativa de eficiente para reduzir o consumo.

Os aquecedores de passagem são aparelhos pequenos e aquecem imediatamente a água que passa por sua alimentação, devolvendo-a quente para a tubulação. No entanto, ao abrir o registro, primeiro sairá a água fria que ficou parada cano. Esses aquecedores tendem a atender um número restrito de pontos de água quente e precisam de acesso a uma área externa para sua chaminé.

Aquecedores de água com acumulação

Os sistemas de aquecimento de água com acumulação, elétricos ou a gás, mantêm grandes volumes de água quente à disposição em um tanque de armazenamento central. Assegure-se de que o tanque tem o tamanho correto para suas necessidades: um tanque grande demais vai gastar energia e dinheiro armazenando água quente que você não vai usar.

Se o seu tanque for antigo, envolva-o em uma manta de isolamento térmico para reduzir as perdas de calor (os tanques modernos já vêm com isso). Faça checagens regulares para garantir que impurezas na água não travem a válvula de segurança. Para isso, erga a alavanca da válvula até que a água escoe pelo cano de descarga. Outros consertos ou serviços de manutenção devem ser feitos por um encanador.

Aquecimento solar

Os sistemas de aquecimento solar usam energia do sol em vez de energia elétrica ou a gás para manter a temperatura de um tanque de acumulação. Em geral funcionam acoplados a um aquecedor elétrico ou a gás que entra em operação quando os coletores solares não conseguem energia natural o suficiente para manter a água aquecida (para não desperdiçar energia, lembre-se de desligar o sistema auxiliar se você sair de férias).

Lembre-se que os painéis de captação funcionam melhor quando estão limpos e livres de poeira. Limpe-os com sabão de tempos em tempos usando uma escova de cerdas macias.

Bomba de calor

Bombas de calor funcionam usando o calor no ar para aquecer a água que está armazenada em um tanque. Uma pequena quantidade de energia elétrica é usada para ativar um refrigerador em volta do sistema – é ele quem transfere o calor do ar para a água. Quanto menos calor no ar, menos eficiente é a bomba; por isso esses sistemas são mais indicados para climas quentes.

Como o evaporador do sistema precisa de ar fresco correndo livremente para um bom funcionamento, verifique regularmente as saídas de ar para garantir que não estejam entupidas por poeira ou lixo. Outros consertos ou serviços de manutenção devem ser feitos por um encanador.

Uma faxina inteligente

faxinaInfelizmente ainda não vivemos no mundo das casas autolimpantes, embora eu tenha certeza de que um dia chegaremos lá. Enquanto esse sonhado momento não chega, ainda é preciso encarar a boa e velha faxina se quisermos manter nossa casa confortável e com aquele cheirinho gostoso de limpeza. O dia da faxina, no entanto, pode ser um pesadelo se não for bem planejado. As horas podem virar eternidades! Para não adiar mais a limpeza das cortinas ou daquela pia do banheiro meio encardida, separamos algumas dicas valiosas.

Mãos ao esfregão!

• Use um timer

Decida quanto tempo vai dedicar à faxina. A seguir, parcele o seu tempo – 15 minutos para passar aspirador e talvez o mesmo para limpar a pia, e assim por diante. Agora você tem uma meta cronometrada e verá que trabalha com mais afinco. Além disso, se realmente odeia uma determinada tarefa – limpar o banheiro, por exemplo –, saber que vai passar apenas 10 minutos lá talvez o deixe menos incomodado de ter de encará-la.

• Evite produtos concentrados

Isso não é algo que os fabricantes vão alardear por aí, mas, a não ser que você os use com parcimônia, só vai jogar dinheiro fora ao escolher produtos de limpeza caros e muito fortes. Produtos de potência padrão são suficientes para a maioria das tarefas. Você, na verdade, precisa de pouquíssimo detergente para lavar o chão da cozinha – mais ou menos 2 colheres de sopa da maioria das marcas mais conhecidas, misturadas a meio balde de água. No caso dos alvejantes, acrescentar mais tampouco os torna mais eficazes. Os germes morrem por causa do tempo em contato com a solução desinfetante, até quando apenas na dose recomendada de diluição de 1 parte de alvejante para 30 partes de água.

• Limpe janelas por uma ninharia

Por que um limpador de vidros, composto de água em sua maioria, custa mais do que um litro de gasolina? Porque os fabricantes querem que você pague por suas bem-boladas campanhas publicitárias. Então fabrique o seu por muito menos. Despeje 4 litros de água morna num balde, acrescente 100 ml de vinagre branco, 1 colher de chá de sabão líquido de lava-louças e mexa bem. Se você vai limpar muitas janelas, aplique esse líquido com um esfregão, direto do balde. Depois, coloque num borrifador de plástico, pronto para ser usado no futuro.

• Dê um banho na pia

Limpadores abrasivos podem arranhar a pia. Em vez de usá-los, experimente um banho de ervas. Mergulhe vários ramos de alecrim e tomilho em água quente, deixe por algumas horas e coe. Tampe a pia, despeje a solução e deixe de um dia para o outro. No dia seguinte, encontrará uma pia reluzente e perfumada.

• Ponha tabletes no vaso

A maioria dos produtos de limpeza para vasos sanitários é altamente cáustica, então experimente algo mais suave que funcionará igualmente bem. Uma vez por semana jogue no vaso dois tabletes do produto para limpeza e higienização de  dentaduras e deixe por pelo menos 20 minutos. Depois dê uma rápida escovada e acione a descarga. O mesmo princípio que torna as dentaduras brilhantes deixará o seu vaso reluzente. E você ainda economizará.

• Limpe a grelha no forno

Eis aqui um modo fácil e atóxico de limpar a grelha. Simplesmente coloque-a dentro do forno autolimpante, ajuste a temperatura em “alta” (250ºC) e deixe por cerca de 45 minutos. Isso eliminará a gordura remanescente. Se a churrasqueira não for muito grande, você pode limpar as grelhas da mesma forma.

• Lave as próprias cortinas

Cortinas sujas sempre levam as donas de casa às Páginas Amarelas. Elas, então, costumam descobrir que os profissionais cobram caro para lavar cortinas. Eis aqui alguns truques para manter as cortinas em ótimo estado por mais tempo:

  1. Tire o pó com regularidade Não se dê ao trabalho de tirá-las. Apenas passe o aspirador de pó – do teto até o chão – usando o acessório com a escova. Concentre-  se no topo e nas bainhas, onde se acumula a maior parte da poeira. Se você não tiver os acessórios apropriados, use um espanador. Tirar o pó evita o acúmulo de poeira e diminui a necessidade de uma limpeza profunda regular.
  2. Lave, se puder Tente identificar o tecido, incluindo enfeites e forro, e use essa informação para escolher o melhor método de limpeza. Se você não tem certeza com relação à lavagem, molhe primeiro uma costura interna para ver o resultado. Mesmo sabendo que as cortinas podem ser lavadas na máquina e secadas, remova-as da secadora e pendure-as enquanto ainda estiverem úmidas. Assim, você não terá de passa-las a ferro. Se lavar lhe parecer arriscado demais e você quiser arejar as cortinas antes da próxima visita à lavanderia, pendure-as ao ar livre num dia de bastante brisa. Pode ter certeza de que voltarão para a sala com uma aparência renovada.
  3. Meça-as Peça ao dono da lavanderia que meça as cortinas antes de deixá-las para lavar. Se ele se recusar, procure outro estabelecimento. Os melhores profissionais atenderão ao seu pedido porque ficarão satisfeitos em lhe garantir que as cortinas voltarão às suas mãos do mesmo comprimento com que chegaram.

• Compre itens básicos a mais

Ter ao menos dois conjuntos de roupa de cama significa que você pode trocar os lençóis e lavá-los quando quiser. Também não ficará de um lado para outro se tiver produtos de limpeza em mais de um lugar. Coloque-os numa prateleira alta no banheiro, longe das crianças.

• Aproveite camisetas velhas

Borrife-as com um produto de limpeza e use-as na faxina. Lave-as na máquina, com ajuste de temperatura bem alto para  matar os germes. Você não terá de trocar de pano com a mesma frequência que nos tecidos industrializados. E economizará.

Sopa cremosa de frango e milho verde

sopaEsta sopa nutritiva, apesar da textura cremosa, não contém creme de leite. Preparada com frango cozido, milho verde fresco e batata, e decorada com tiras de bacon  grelhadas, compõe uma ótima entrada para um almoço leve.

Ingredientes:

  • 3 espigas de milho verde
  • 2 colheres de sopa de óleo de girassol
  • 1 cebola, bem picada
  • 2 batatas, cerca de 300 g no total, descascadas e cortadas em cubos
  • 500 ml de caldo de galinha, de preferência caseiro
  • 500 ml de leite semidesnatado
  • 250 g de frango cozido, sem pele, bem picado
  • 2 colheres de chá de estragão fresco, picado
  • sal e pimenta-do-reino

Para decorar

  • 2 tiras de bacon magro defumado
  • folhas de estragão fresco

Serve 4 pessoas. Tempo de preparo: 15 minutos. Tempo de cozimento: 25 minutos.

Modo de preparo:

1. Retire a palha do milho e todos os fiapos. Segurando as espigas verticalmente sobre uma tábua, corte os grãos com uma faca, separando-os da espiga. Você deve obter 225 g a 250 g de grãos de milho soltos. Reserve-os.

2. Numa panela grande, aqueça o óleo de girassol, junte a cebola e refogue em fogo moderado até ficar macia, mas sem dourar. Acrescente as batatas e os grãos de milho e cozinhe por mais 5 minutos, mexendo sempre. Despeje o caldo de galinha e deixe ferver. Baixe o fogo e deixe cozinhar por 5 minutos ou até as batatas ficarem macias, porém firmes.

3. Adicione o leite, três quartos do frango e o estragão picado. Tempere a gosto. Cozinhe, mexendo, por mais 2 a 3 minutos.

4. Ponha metade da mistura no processador de alimentos ou liquidificador e bata, de modo a obter uma textura heterogênea, não um purê. Devolva à panela. Acrescente o restante do frango e mexa. Esquente bem a sopa em fogo baixo.

5. Enquanto isso, grelhe as tiras de bacon até cozinharem e começarem a escurecer. Escorra o bacon numa toalha de papel e pique bem.

6. Com uma concha, transfira o creme para tigelinhas individuais, espalhe por cima um pouco de bacon, salpique folhas de estragão e sirva.

Dicas e sugestões:

  • Use 225 g de milho verde congelado em vez de grãos frescos. Descongele-os e escorra-os antes de adicioná-los à sopa. Outra opção é usar uma lata de 200 g de milho verde (de preferência sem adição de açúcar), escorrido.
  • Substitua a cebola por um alho-poró grande, cortado em fatias.
  • Para uma sopa cremosa de galinha com cogumelos, use 100 g de cogumelos maitake, bem picados, em vez de milho verde e batata. Acrescente 1 colher de sopa de vinho Madeira depois de cozinhar os cogumelos por 5 minutos; deixe borbulhar até que se evapore a maior parte do vinho, antes de despejar o caldo. Dissolva 1 colher de sopa bem cheia de farinha de trigo em um pouco de leite. Acrescente essa mistura ao restante do leite e junte tudo à panela com o frango e o estragão. Cozinhe, mexendo, até a sopa engrossar. Os cogumelos são uma boa fonte de potássio.
  • Em vez de bacon, decore a sopa com croutons: corte 55 g de pão de fôrma sem casca em pequenos cubos e coloque-os numa tigela com 1 colher de sopa de óleo de girassol. Disponha-os num tabuleiro e asse-os em forno preaquecido a 180ºC por 10 minutos ou até ficarem dourados. Misture os croutons torrados a 1 colher de chá de estragão fresco bem picado, se desejar. Esses croutons assados são bem menos gordurosos que os fritos. Para preparar croutons de alho, antes de assar regue os cubos de pão com 1 colher de sopa de azeite de oliva misturado com alho amassado.

 Cada porção fornece:

320 kcal, 26 g de proteínas, 12 g de gorduras (dos quais 3,5 g de gorduras saturadas), 27 g de carboidratos (dos quais 7,5 g de açúcares), 1,5 g de fibra

✓✓ B6, E, cálcio

✓ B1, B2, B12, C, folato, niacina, cobre, ferro, potássio, zinco

Mulheres: cuidado com a saúde do coração!

coracaoApesar de numerosas advertências em con­trário, muita gente ain­da pensa que infarto é coisa de homem. Isso significa que as mulheres (e seus médicos) cos­tumam demorar a reconhecer os sintomas. Como resultado, elas fre­quentemente morrem em conse­quência de infartos evitáveis.

É verdade que no homem as doenças cardíacas começam mais cedo, e até os 65 anos de idade eles são mais vulneráveis do que as mulheres. No entanto, iniciada a menopausa, o risco de doença arterial coronariana sobe rapidamente; assim, a partir dos 65 anos, os riscos de homens e mulheres se equiparam.

É preciso saber

O desconhecimento de certos fatos pode ser perigoso – em especial se você é mulher. 

As mulheres subestimam os próprios riscos. Em uma pesquisa, 50% das mulheres consideravam as doenças cardíacas uma questão importante, mas apenas 13% se preocupavam.

As mulheres esperam mais. Mulheres com sintomas de doenças cardíacas esperam mais do que os homens para ir ao médico. E essa demora pode ser fatal.

As mulheres costumam estar mais adoentadas quando são diagnosticadas. Por terem o mesmo diagnóstico só dez anos mais tarde do que os homens, as mulheres tendem a apresentar outras complicações, como diabetes, hipertensão e colesterol alto – tornando a doença cardíaca mais perigosa.

Atenção: nas mulheres, o infarto nem sempre provoca a clássica dor no peito. Um estudo com mulheres sobreviventes de infarto concluiu que os sintomas mais frequentes eram falta de ar, sensação de cansaço e/ou fraqueza, suor frio e tonteira. Na verdade, algumas das entrevistadas não sentiram dor no peito. Em geral, porém, os principais sintomas são os mesmos dos homens – dor ou pressão no meio do peito, que se irradia para o braço esquerdo, acompanhada de suor, náuseas e falta de ar.

As mulheres têm tratamento diferente. Quando a mulher, em especial com menos de 60 anos, reclama de sintomas de doença cardíaca, o médico tende a solicitar menos exames. Teste de esforço ou angiografia são mais prontamente solicitados para pacientes do sexo masculino.

As mulheres de menos de 50 anos são mais propensas a um primeiro infarto fatal. As probabilidades dobram em relação aos homens da mesma idade. Quanto mais jovem a mulher por ocasião do primeiro infarto, mais provável que este seja fatal.

A menopausa é um momento crucial para a doença cardíaca. Antes da menopausa, os níveis normalmente elevados de estrogênio protegem o coração. Depois da menopausa, os níveis de colesterol aumentam, o que pode intensificar o risco de doença cardíaca, em especial na alta dos níveis de triglicerídeos.

As causas de doenças cardíacas são diferentes nas mulheres. O diabetes do tipo 2 intensifica o risco nas mulheres mais do que nos homens. O mesmo acontece com mulheres fumantes, pois tendem duas vezes mais a ter um infarto. A depressão também é um importante fator de risco.

Mulheres enfrentam fatores de risco inerentes ao seu sexo. Mulheres cuja pressão arterial sobe durante a gravidez, voltando ao normal depois do parto, são mais suscetíveis à hipertensão.

Qual é a melhor forma de agir? 

1 Não subestimar os próprios riscos. A saúde do coração deve ser questão de cuidado pessoal. 

2 Consultar o médico. O médico pode fornecer informações acerca de seu risco de doença cardíaca.

3 Adotar estratégias de prevenção. Não fumar, exercitar-se diariamente e seguir uma dieta saudável.

4 Não deixar para depois. Caso sinta dor ou pressão no peito e/ou falta de ar, em especial durante exercício físico ou estresse emocional, ligue para o número da emergência.

Uma dúvida:

O contraceptivo oral eleva o risco de infarto? 

As primeiras versões da pílula anticoncepcional continham altas doses de estrogênio, o que podia favorecer a formação de coágulos. Segundo sugeriam alguns estudos, mulheres mais velhas que faziam uso desse tipo de medicamento tinham, ligeiramente, o risco de infarto aumentado – mas somente enquanto estivessem tomando a pílula. As doses de hormônio atualmente utilizadas são menores e não oferecem praticamente nenhum risco para as mulheres jovens sem outros fatores de risco.

Risoto de ervas e açafrão

risotoEste aromático risoto de sabor fresco deve ser consumido assim que for preparado — se esfriar, o amido começa a endurecer, resultando numa textura pesada. Raspas e suco de limão, junto a ervas aromáticas frescas, acrescentados no final criam uma maravilhosa explosão de sabor.

Ingredientes

  • 15 g de manteiga
  • 2 colheres de sopa de azeite de olive extravirgem
  • 1 cebola pequena, picada
  • 340 g de arroz para risoto
  • 150 ml de vinho branco seco
  • uma pitada de açafrão em rama (pistilo) ou 1 colher de chá de açafrão em pó
  • 1,5 litro de caldo quente de legumes
  • raspas da casca de 1 limão
  • 2 colheres de sopa de suco de limão
  • 2 colheres de sopa de cebolinha fresca picada
  • 2 colheres de sopa de salsa picada
  • sal e pimenta-do-reino

Para servir

  • 15 g de queijo parmesão inteiro
  • cebolinha picada

Tempo de preparo: 10 minutos. Tempo de cozimento: cerca de 25 minutos. Serve 6 pessoas.

Modo de preparo

1. Aqueça a manteiga e o azeite numa caçarola grande, acrescente a cebola e refogue por 4 a 5 minutos ou até que a cebola fique macia, mexendo ocasionalmente.

2. Adicione o arroz e cozinhe por 1 minuto, revolvendo-o para que todos os grãos fiquem cobertos pela mistura de manteiga e azeite. Acrescente o vinho e deixe ferver até que este tenha evaporado quase por completo.

3. Misture o açafrão no caldo quente de legumes. Ponha uma concha do caldo na panela e deixe borbulhar suavemente até que tenha sido absorvido quase por completo, mexendo frequ entemente. Continue acrescentando o caldo, uma concha de cada vez, deixando que cada porção seja quase toda absorvida antes de acrescentar a próxima, mexendo frequ entemente. O tempo total de cozimento deve ser de 15 a 20 minutos. O risoto estará pronto quando o arroz estiver macio, mas com os grãos ainda inteiros e firmes, e a textura geral úmida e cremosa.

4. Retire a panela do fogo e junte as raspas e o suco de limão, a cebolinha e a salsa. Tempere com sal e pimenta-do-reino a gosto.

5. Usando um descascador de legumes, raspe o queijo parmesão, tirando lascas finas, e espalhe-as sobre o risoto junto às cebolinhas da guarnição. Sirva imediatamente.

Dicas e sugestões

• Misture 100 g de aspargos ligeiramente cozidos ou ervilhas congeladas (previamente descongeladas) ao risoto próximo ao final do cozimento.

• Para fazer um risoto de alcachofra, suprima a cebola e cozinhe o arroz como na receita principal, acrescentando 2 colheres de sopa de suco de limão com o vinho. Poucos minutos antes do final do cozimento, adicione um pote ou lata de corações de alcachofra conservados em água (cerca de 340 g), escorridos. Adicione hortelã em vez de salsa e salpique 30 g de nozes picadas no lugar das raspas de queijo parmesão.

Curiosidades

• A perda de vitamina do arroz é reduzida quando ele é cozido pelo método de absorção, como no preparo do risoto — as vitaminas permanecem no líquido que é absorvido pelo alimento.

• O queijo parmesão é um queijo muito duro, feito de leite de vaca desnatado não-pasteurizado. Tem alto teor de gordura, mas tem também um paladar forte e intenso, sendo necessário usar apenas uma pequena quantidade para conferir muito sabor.

Cada porção fornece: 287 kcal, 6 g de proteínas, 7 g de gorduras (dos quais 2 g de gorduras saturadas), 44 g de carboidratos (dos quais 1 g de açúcar), 0,2 g de fibras.

Culinária

Veja também