Pronto para uma caminhada enérgica?

Caminhada-energica-1Exercícios são fundamentais para a saúde e o bem-estar. E se você anda deixando a preguiça tomar conta, está na hora de apertar o passo! A minha sugestão para tornar sua vida mais ativa é fazer uma caminhada enérgica, que é um pouco mais rápida do que uma caminhada comum e um pouco mais lenta que uma corrida.

A vantagem da caminhada enérgica é que ela oferece melhores resultados de condicionamento físico do que uma caminhada a passos lentos. E isso sem perder a simplicidade da boa caminhada: basta, por exemplo, descer do ônibus alguns pontos antes da sua casa e apertar o passo para concluir o percurso à pé.

No entanto, vale a pena seguir algumas dicas para evitar lesões e obter melhores resultados:

* Use bons tênis de corrida, não de caminhada. Use também meias esportivas para evitar a formação de bolhas.

* Comece devagar, a fim de aquecer os músculos. Um começo brusco em qualquer exercício aeróbico leva ao risco de uma distensão muscular ou outras lesões.Caminhada-energica-2

* Não carregue pesos e, claro, não coloque pesos nos tornozelos. Isso atrapalhará sua marcha natural e provocará pressão indevida sobre os seus ligamentos, tendões e suas articulações.

* Respire normalmente. Se perder o fôlego, reduza o ritmo ou descanse. Você deve ser capaz de manter uma conversa enquanto pratica uma caminhada enérgica.

Biscoitos de aveia e chocolate branco para adoçar 2017!

Biscoitos-de-aveia-e-chocolate-brancoEnfim o novo ano chegou! Muita festa, muitas resoluções de ano-novo e… muito mais sobras de ceia na geladeira. Mas talvez você esteja (como eu!) com uma vontade danada de deixar as rabanadas um pouco de lado e comer uma coisa com cara de ano-novo (aqui, leia-se fresquinho!)… Que tal então começar o ano perfumando a casa com aroma de bicoitos de aveia recém-assados?? Humm…

Esses biscoitos de aveia e chocolate branco vão tornar o lanche da tarde muito mais gostoso! Eles são superfáceis de preparar e podem ser um belo programa para as férias! Chame as crianças para ajudar: elas vão adorar amassar as bolinhas de massa na assadeira. E, como a receita rende cerca de 60 biscoitos, não vai faltar trabalho para elas!!

Minha dica é começar separando todos os ingredientes – não tem nada pior que descobrir no meio da receita que você não tem algum dos itens em quantidade suficiente. Eu faço assim: separo tudo em potinhos e me sinto uma verdadeira chef num programa de culinária (taí, os pequenos vão curtir isso também! ;)). Quando fiz esta receita pela primeira vez, não usei essência de coco – e confesso que não senti a menor falta! Mas se você gostar do sabor do coco mais pronunciado, vale a pena usar!Biscoitos-ingredientes

Ingredientes
1 xícara (250 g) de manteiga
1/2 xícara (110 g) de açúcar
1/2 xícara (115 g) de açúcar mascavo peneirado, apertado no medidor
1 ovo
2 colheres (chá) de essência de baunilha
1 colher (chá) de essência de coco
180 g de chocolate branco derretido
1 1/4 xícara (185 g) de farinha de trigo
1 colher (chá) de sal
1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1  1/2 xícara (185 g) de aveia em flocos finos
1 xícara (55 g) de coco em flocos (sem adição de açúcar)
açúcar adicional

Modo de preparo
Numa tigela, bata a manteiga e os açúcares até obter um creme claro e fofo. Adicione o ovo, as essências de baunilha e de coco, batendo sempre (eu usei a batedeira só até esta etapa!). Acrescente o chocolate derretido e mexa com uma colher de pau ou espátula. Em outra tigela, misture a farinha, o sal e o bicarbonato de sódio. Junte ao creme de manteiga misture bem. Adicione a aveia, o coco e misture mais uma vez.

Com uma colher de sopa, coloque porções de massa em assadeiras untadas, deixando 7 cm entre cada porção. Ao assar, a massa vai se espalhar formando bolachas grandes e crocantes – por isso, não encha demais a colher.

Biscoitos-Assados1

Aqui eu usei um truque ótimo que aprendi no livro Cookies: Biscoitos, Bolinhos e Brownies, de onde retirei esta receita. Eu cobri as assadeiras com papel-manteiga e untei o papel. Uma maravilha: nenhum biscoito grudou!!

Em seguida, unte a base de um copo com óleo e passe no açúcar adicional. Achate de leve os biscoitos de aveia com o copo, passando‑o novamente no açúcar quando necessário. Atenção: o açúcar é usado apenas para que o fundo do copo não grude na massa. Ele também faz uma “crostinha” sobre os biscoitos ao serem assados, mas cuidado para não exagerar na dose, ou eles ficarão doces demais!Biscoitos-Assados21

Leve ao forno a 180°C por 10‑12 minutos, ou até dourarem. Deixe esfriar por 1 minuto antes de transferir para grades para esfriarem por completo.

Agora é só saborear!! Mas não deixe de voltar e contar pra gente se gostou dessa receita de biscoitos de aveia e chocolate branco, viu?! E feliz 2017 para você!

:)

Rabanadas gourmet

Rabanadas são uma iguaria que não pode faltar na ceia de Natal e quase todo mundo tem uma receita tradicional que repete ano após ano, porque em time que está ganhando não se mexe, certo? Mais ou menos. Nós somos da filosofia de que vale a pena experimentar coisas novas, sempre que possível. Por isso, pedimos ao chef Christophe Besse que nos desse uma receita de rabanadas gourmet!

RABANADAS NO CREME INGLÊS

Rendimento:
Aproximadamente 12 rabanadas.

Ingredientes:rabanadas-gourmet
- 500 ml de leite
- 1 baunilha em fava
- 5 gemas
- 75 g de açúcar
- 4 brioches amanhecidos
- manteiga para fritar
- açúcar e canela a gosto

Modo de preparo:
Para fazer o creme inglês, ferva o leite com a baunilha cortada ao meio. Em outro recipiente, misture os ovos com o açúcar e bata até obter uma massa branca. Junte o leite à massa branca. Coloque de novo no fogo e cozinhe (sem deixar ferver). Reserve. Corte os brioches com 3 cm de espessura, mergulhe as fatias no creme inglês e frite-as em manteiga clarificada. Passe as rabanadas no açúcar e na canela. Sirva ainda quentes ou frias. Se desejar, também pode servir as rabanadas acompanhadas de uma bola de sorvete.

Observações: 
1. O creme inglês tem de ser suficiente para embeber todas as fatias do brioche antes de fritar.
2. Deve-se virar o brioche para dourar dos dois lados, 3 fatias por vez.

Boas festas (e boas rabanadas) para todos!

Cãibra muscular? Livre-se dela!

Saude_caibra-muscularRecentemente decidi que parte do meu percurso de volta para casa do trabalho eu passaria a fazer a pé. Sei que incluir uma caminhada diária de 30 minutos certamente vai trazer benefícios para minha saúde. Para obter benefícios reais, respirei fundo e segui em passadas aceleradas por todo o caminho do metrô até em casa. Eu não sou a pessoa mais ativa do mundo, então é claro que no dia seguinte as minhas pernas reclamaram: acordei com cãibra muscular! É o que acontece quando o corpo faz exercícios mais vigorosos do que está acostumado…

Acordei de repente com a dor e na mesma hora meu marido disse: estique a perna para alongar o músculo!! Ele tinha razão: alongar é uma boa medida para relaxar a perna com cãibra  muscular. O ideal é que o músculo seja alongado no sentido contrário ao da cãibra ou sentar no chão com as pernas esticadas e puxar os dedos dos pés.
Mas existem outros métodos que podem trazer grande alívio! Veja só:

Faça massagem no músculo com cremes que contenham mentol, cânfora ou castanha-da-índia. Outra opção eficaz é pingar algumas gotas de óleo essencial de erva-de-são-joão, eucalipto ou tomilho em um pouco de óleo de amêndoas (ou outro óleo vegetal) e fazer a massagem com essa mistura.

A cãibra muscular pode ser causada por falta de minerais. Consuma alimentos como brócolis, banana, funcho, frutas secas, aveia, nozes e laticínios para obter doses suficientes de magnésio, potássio e cálcio.

• Se você tem cãibra muscular com frequência, faça um tratamento com vinagre de maçã: dilua 2 colheres (chá) de vinagre de maçã em um copo d’água e beba todos os dias por pelo menos 4 semanas.

Se você também tem o seu próprio método de alívio para cãibras musculares, compartilhe conosco aqui no Blog!

5 dicas espertas para organizar a papelada

papelada-1O fim do ano se aproxima e, com ele, aquela sensação de que queremos ter uma vida nova quando o novo ano chegar. Segundo a tradição chinesa, uma das melhores maneiras dar aquela renovada nas suas energias é deixando o Qi, a energia vital, fluir livremente não só em você, mas também na sua casa. A técnica milenar do Feng Shui nos ensina que uma casa limpa e organizada contribui para a melhor circulação de energia – além de ser visualmente muito mais agradável, não é? Então, que tal começar por aquela gaveta ou estante que está abarrotada de papéis velhos? Vamos dar um jeito nessa papelada já!

1 Seja implacável com a papelada. Se você não consegue analisar com cuidado a sua papelada, não perca tempo fazendo um trabalho mais ou menos. Defina um critério claro: contas e comprovantes de pagamento com mais de 5 anos devem ir para a lata do lixo. Bilhetinhos e notas rabiscadas devem ter o mesmo destino. Para evitar que a papelada volte a se acumular, adquira o hábito de abrir a correspondência apenas quando estiver ao lado da lata de lixo e manter a seleção permanente do que deve ser arquivado ou não. Se o seu bairro possui coleta seletiva, tenha um lixo só para papel.papelada-3

2 Seja seletivo. Muita gente se sente obrigada a guardar cada cartão que recebe ou todos os trabalhos de escola dos filhos. Você curtirá mais essas lembranças se escolher as suas favoritas e colocá-las em um álbum de recortes ou fizer um quadro com elas. Outra boa opção é tirar fotos dos artigos em questão e guardar em um grande arquivo virtual (organize-o em pastas por ano ou tema). Isso funciona muito bem com cartas antigas e também objetos feitos pelas crianças. Disponha sobre uma mesa tudo aquilo que seu filho fez na escola ao longo do ano e junte em um único enquadramento digital. Você pode ampliar a imagem no computador e ver os detalhes quando quiser.

3 Separe as melhores fotos. Classifique as fotos por pessoa, evento ou momento – por exemplo: “Verão de 2008” ou “Casamento do Davi com a Jô”. Em seguida, escolha as 20 melhores fotos de cada grupo e coloque-as em um álbum. Jogue fora ou dê de presente as fotos restantes.

4 Jogue fora negativos antigos. Hoje é possível fazer novas ampliações a partir de fotografias, então abra espaço nas prateleiras e livre-se dos negativos que você guarda há anos – e que nunca voltou a revelar!

5 Organize a papelada em pastas ou arquivos. Isso não vai tomar tanto tempo se você dedicar alguns minutos todos os dias para recolher e organizar os documentos da casa. Mala-direta e jornais tendem a se acumular tão rapidamente que se livrar deles uma vez por semana não é o bastante. Faça pastas para contas, recibos e extratos bancários e, depois, será mais rápido examinar tudo de uma vez.

papelada-2

Já arrumou sua papelada e quer mais dicas de organização para a casa? Veja aqui dicas para arrumar os armários, organizar a geladeira e montar um escritório em casa!

É tempo de smoothie! Veja estas receitas

As temperaturas estão subindo e para esses dias não tem nada melhor que tomar alguma coisa geladinha para se refrescar.  Suco? Sorvete? Milk-shake? Hum… Essas opções são bem calóricas e você não quer comprometer a sua silhueta. Então a sua bebida é o smoothie!

Afinal, o que é um smoothie?

O smoothie foi inventado nos Estados Unidos, mais precisamente na Califórnia, na década de 1960. Consiste em uma mistura de frutas, verduras, iogurte, mel e outros ingredientes naturais. Há quem adicione sorvete na possível lista de ingredientes, mas sejamos sinceros: se botar sorvete ou leite integral vira milk-shake ou vitamina. Nada disso! O diferencial do smoothie é ser uma bebida natural e saudável à base de frutas e com baixo teor de gordura. Por isso o iogurte natural desnatado é o ideal para entrar no seu smoothie. Também é bom dar preferência ao uso de frutas inteiras, para que você possa obter todos os benefícios das fibras presentes nas frutas.

smoothie-1

Faça o seu smoothie!

Fazer um smoothie é muito fácil. Tudo de que você precisa é um liquidificador, frutas, alguns ingredientes naturais e um pouco de imaginação para combinar os sabores. Para obter smoothies cremosos, use o iogurte natural ou frutas mais cremosas como banana, manga ou abacate. Se quiser um smoothie um pouco mais líquido, você pode adicionar sucos de frutas, água de coco ou cubos de gelo. Não tenha medo de incluir mais ingredientes, como linhaça, aveia, sementes de chia e outros alimentos funcionais para dar um “up” saudável no seu smoothie. Legumes e verduras também está liberados!!

Separamos três receitinhas para servirem de inspiração, mas o ideal é que você libere o chef que existe em você para criar as suas próprias versões.

Dica especial para congelar frutas!
Ao congelar as frutas para usar no seu smoothie é preciso evitar que elas formem “bolos” compactos. Corte as frutas desejadas em cubos e disponha-os em um prato ou tabuleiro forrado com papel manteiga, deixando um espaço entre os pedaços de fruta. Leve o tabuleiro ao freezer até que as frutas congelem e só depois transfira os pedaços para saquinhos herméticos próprios para o congelamento.

Smoothie de morango e bananasmoothie-morango-banana-3

Rende 4 porções
Ingredientes
450g de morangos maduros
1 banana
suco de 1 laranja grande e raspas da casca
150 g de iogurte natural semidesnatado
1 colher de sopa de mel para adoçar (ou a gosto)

Preparo
Congele os morangos picados e a banana em rodelas antes de preparar o seu smoothie para que ele fique bem gelado. Coloque os morangos, a banana, o suco e as raspas de laranja e o iogurte no liquidificador e bata até obter um creme homogêneo. Faça pausas para raspar as laterais do recipiente, a fim de bater bem a mistura. Prove o seu smoothie e adicione o mel para adoçar de acordo com seu gosto. Distribua em copos e, se desejar, decore com morangos rodelas de laranjas encaixando-os na lateral do copo. Saboreie o seu smoothie!

Smoothie de manga, quiwi e linhaçasmoothie-manga-quiwi-4

Rende 4 porções
Ingredientes
500 ml de leite de coco
1 manga
2 quiwi
4 colheres de sopa de linhaça em pó

Preparo
Congele a manga e o quiwi em cubos antes de preparar o seu smoothie para que ele fique bem gelado. Coloque as frutas congeladas no liquidificador e cubra com o leite de coco. Salpique por cima a linhaça em pó e bata bem até obter um creme homogêneo. Se achar a mistura muito grossa, adicione um pouquinho de gelo apenas para corrigir a consistência. Distribua em copos e saboreie o seu smoothie!

Smoothie verdesmoothie-verde-2

Rende 4 porções
Ingredientes
4 xícaras de espinafre fresco picado
1/2 xícara de manga em cubos
1 abacate
120 ml de iogurte natural desnatado
1 banana
240 ml de leite de amêndoas
cubos de gelo

Preparo
Congele a manga e o abacate em cunos e a banana em rodelas antes de preparar o seu smoothie. Coloque as frutas, o espinafre, o iogurte e o leite de amêndoas no liquidificador e bata bem a mistura. Quando obtiver um creme, adicione alguns cubos de gelo e bata mais um pouco até a mistura ficar bem homogênea. Distribua em copos e saboreie o seu smoothie!

Receita bônus: Smoothie de mirtilo

Clique aqui para ver a receita do Smoothie de mirtilo  e aproveite para conhecer todos os benefícios dessa frutinha silvestre deliciosa!

 

10 estratégias para equilibrar suas emoções

emoções-1Todos já ouvimos falar sobre a força do pensamento – e o poder que ela pode exercer sobre o corpo e até a saúde geral. A somatização, ou seja, a transformação de problemas psíquicos em sintomas físicos, é um exemplo bem conhecido dessa influência causada por emoções intensas que estão em desequilíbrio com o corpo. Assim, para viver de forma plena e feliz, é preciso manter a harmonia e a serenidade entre os planos físico, mental e emocional.

Se você realmente deseja alcançar um estado de espírito mais sereno, com suas emoções em equilíbrio, mas não sabe por onde começar, apresentamos 10 estratégias que podem ajudar. Tanto em situações de nervosismo e estresse intenso quanto no dia a dia, basta adotar uma ou duas dessas estratégias para se sentir um pouco mais calmo.

1. Viva sem pressa. Não espere até o último instante para sair para o seu compromisso – saia de casa sempre 10 minutos mais cedo. Assim, você não terá de correr e não dará chance ao estresse. Dirija dentro do limite de velocidade; faça uma pausa antes de responder a uma pergunta; deixe o telefone tocar algumas vezes antes de atender. Torne essas atitudes um hábito para que você permaneça no controle, e não suas emoções.

2. Seja gentil. Diga à jovem atendente que apreciou a forma como ela embalou as compras. Visite um amigo doente ou faça um bolo para alguém que está triste. Isso estimulará emoções positivas, fazendo você se sentir melhor e mais perto dos outros.

3. Acalme seu coração. Você não pode ser sempre responsável pela felicidade de todo mundo, e não faz mal se cometer um erro de vez em quando.

4. Faça intervalos. A cada 55 minutos de trabalho faça um intervalo de 5 minutos. E não sinta culpa: está provado que fazer intervalos durante o trabalho aumenta a produtividade.

emoções-25. Adote um animal de estimação. Um cachorro, um pássaro ou um peixe podem ser essenciais para o alívio do estresse. Os bichinhos de estimação trazem alegria e espantam a solidão, ajudando a manter as emoções no campo positivo. Em um estudo do Johns Hopkins Medical Center, 50 em 53 donos de animais viveram um ano após o seu primeiro infarto do miocárdio; entre os que não tinham animais, só 17 das 39 pessoas viveram tanto tempo.

6. Aproveite as férias. Pesquisadores austríacos mostraram que férias de duas semanas, além de acalmarem a mente e o espírito, contribuem para melhorar a saúde e reduzir os níveis de estresse por até cinco semanas. Tanto durante como depois de umas boas férias, dormimos melhor e ficamos de bom humor. Para que as férias tenham esse efeito, devem ser tranquilas, sem excesso de organização. As pessoas que não descansam durante as suas férias não têm os mesmos efeitos benéficos para a saúde quando comparadas àquelas que usam esse período para relaxar de verdade.

7. Inicie um hobby. Arranje um passatempo que lhe dê prazer, como pintar, pescar ou começar uma coleção. Empenhar-se em numerosas atividades protege contra a depressão, uma doença fortemente relacionada a um desequilíbrio das emoções e que tem sido associada a imunidade diminuída e aumento do risco de câncer e outras doenças.

8. Brinque. Sempre que sentir ansiedade ou outras emoções negativas, faça uma pausa e ocupe-se com uma atividade infantil: pinte desenhos com lápis de cor, alugue um filme para crianças, faça bolinhas de sabão ou divirta-se procurando recordações felizes do passado entre os objetos pessoais.

9. Peça ajuda. Quando sentir que a vida está muito pesada, peça ajuda. Não tenha medo: essa é uma das funções da família e dos amigos, e conversar é uma das melhores maneiras de apaziguar nossas emoções. Além disso, habitue-se a não aceitar todos os pedidos ou obrigações quando sua energia estiver em jogo.

10. Não ignore as emoções negativas, mas sorria! Como uma luz de aviso em um painel de instrumentos, os seus sentimentos podem indicar que alguma coisa não vai bem. Se está sentindo raiva, inveja, frustração ou simplesmente irritação é sinal de que precisa respirar fundo e mudar de rumo. O primeiro passo pode ser forçar-se a sorrir: segundo os especialistas, se você sorrir ou rir mesmo sem vontade, o seu corpo reagirá produzindo menos cortisol.

Brownie marmorizado de micro-ondas

Para quem é “chocólatra” – como eu! – brownie é sinônimo de tentação. Crocante por fora, molhadinho por dentro, acompanhado ou não de calda de chocolate e sorvete… hum… O brownie é uma espécie de bolinho de chocolate típico dos Estados Unidos que, acredita-se, surgiu de um desastre culinário.

Diz a “lenda” que no início do século 20 uma cozinheira americana se esqueceu de colocar o fermento quando preparava um bolo de chocolate e só percebeu o erro depois de retirar o tabuleiro do forno, ao constatar que o bolo não havia crescido. Decidida a não desperdiçar o trabalho e os ingredientes usados, ela resolveu cortar o bolo em pedaços pequenos e servi-lo como uma nova receita de bolo de chocolate. Nascia o brownie.

brownie-variacoes-ingredientes

Dos Estados Unidos, o brownie ganhou o mundo – e, claro, muitas variações. A receita mais tradicional é feita com apenas cinco ingredientes: açúcar, chocolate, manteiga, farinha e ovos. O resultado é um “bolo” denso, com uma casquinha quebradiça por fora e o interior molhadinho. Só que a partir dessa receita “básica” muitas outras foram criadas. Hoje é possível encontrar brownies com nozes, café, gotas de chocolate e até recheados! Também existes receitas de brownies com farinha integral e versões sem glúten ou feitos .

A receita que vou compartilhar com vocês é uma dessas variações e foi retirada do livro Cookies, biscoitos, bolinhos e brownies. Simples e deliciosa, essa receita de brownie também é muito prática, pois é totalmente preparada no micro-ondas! Ideal para quem não abre mão de uma sobremesa – mesmo quando o preparo da refeição principal já tomou quase todo o tempo disponível na cozinha!

Brownie marmorizado de micro-ondas

Rende 12 brownies

Ingredientesbrownie-marmorizado-2
1/3 de xícara (90 g) de manteiga
1/3 de xícara (50 g) de chocolate meio amargo picado
2/3 de xícara (140 g) de açúcar
2 ovos
1 colher (chá) de essência de baunilha
2/3 de xícara (100 g) de farinha de trigo
1/2 colher (chá) de fermento em pó

Camada de cheesecake
1 xícara (250 g) de cream cheese
1/2 xícara (110 g) de açúcar
1 ovo
1 colher (chá) de essência de baunilha
1 xícara (170 g) de gotas de chocolate meio amargo

1 Derreta a manteiga e o chocolate em banho-maria ou no micro-ondas e mexa até obter um creme. Acrescente o açúcar, os ovos e a baunilha e misture. Em outra tigela, combine a farinha e o fermento. Junte aos poucos à mistura de chocolate e mexa bem. Coloque numa assadeira quadrada untada de 20 cm que possa ir ao micro‑ondas e reserve.

2 Numa tigela que possa ir ao micro-ondas, aqueça em potência alta o cream cheese por 30‑45 segundos, ou até amolecer. Mexa para obter um creme. Acrescente o açúcar, o ovo e a baunilha e mexa. Com uma colher, aplique o creme sobre a massa de brownie e fure a massa com uma faca para misturar as duas camadas. Salpique as gotas de chocolate por cima.

3 Leve a tigela destampada ao micro-ondas, a 70% da potência por 8‑10 minutos ou até que ao enfiar um palito próximo ao centro da massa ele saia limpo. Cozinhe em potência alta por mais 1 minuto. Deixe esfriar na assadeira sobre uma grade. Corte em quadradinhos.

 IMPORTANTE: Esta receita foi testada num micro‑ondas de 1.100 watts.
Guarde os brownies na geladeira.

Cartão de crédito: 5 dicas para sair do vermelho!

Está com dívidas no cartão de crédito? Então este é o momento de solucionar de vez o problema! E sabe por quê? Porque o fim do ano está chegando e, com ele, as compras de Natal, as férias de verão… Nesta época pode parecer impossível dar um jeito nas dívidas, né? Mas tenho algumas dicas que vão ajudar a tornar o cartão de crédito o seu melhor amigo – e não um amigo da onça!!

Dica 1: Comece já!
Sim, o melhor momento para começar a dar um jeito nas dívidas é agora! E ainda que você não tenha dinheiro para pagar tudo o que deve, dê o primeiro passo: não faça novas dívidas! Ou seja: se for ao shopping, deixe o cartão de crédito em casa.

Dica 2: A dívida mais cara tem prioridade
Se você tem uma dívida no cartão de crédito, outra no cheque especial e ainda está pagando o financiamento do carro, pare e pense. Avalie com cautela qual dessas dívidas tem a taxa de juros mais elevada – essa deve ter prioridade. Mesmo que o total devido ao cartão de crédito seja de R$ 2 mil e o financiamento do carro seja de R$ 20 mil, os juros do cartão de crédito (e demais encargos financeiros) certamente são muito mais altos que os do financiamento do carro. Assim, essa “pequena” dívida de R$ 2 mil pode rapidamente se tornar uma dívida de R$ 5 mil ou R$ 10 mil!

Dica 3: Barateie sua dívida
Os consultores financeiros explicam: trocar uma dívida cara por uma mais barata vale a pena! Se você deve uma quantia alta no cartão de crédito, pode valer a pena fazer um empréstimo pessoal no banco para quitar a dívida – desde que a taxa de juros do empréstimo seja inferior a do cartão. Por exemplo, se a dívida no cartão de crédito for de R$ 2 mil a uma taxa de juros de até 18% de juros ao mês, no primeiro mês você pagará R$ 360 de juros. Se fizer um empréstimo pessoal a uma taxa de 10% ao mês para quitar o cartão de crédito, os juros a pagar no primeiro mês serão de R$ 200. Só nisso você economizou R$160!

Dica 4: Faça uma oferta e busque desconto
E se, além de quitar essa dívida cara, você conseguir reduzi-la? Bom, né? E é possível! As administradoras de cartão de crédito sabem que se a dívida se tornar impagável você poderá entrar com uma ação na justiça para tentar reduzir a cobrança. Além disso, quando o cliente faz uma oferta, essa é a melhor chance que essas empresas têm de receber algum dinheiro de volta. Negociar é bom para os dois lados! Você pode pedir que a administradora que congele ou reduza os juros para que possa pagar o montante aos poucos; e a empresa, além de recuperar parte do dinheiro, economiza com eventuais custos de uma ação judicial.

Dica 5: Tome cuidado com as compras parceladas
O cartão de crédito permite a compra parcelada – e em muitos casos, sem juros. Mas isso depende do acordo feito entre a loja e a operadora do cartão. Por isso sempre pergunte se haverá juros no parcelamento. E não pense que o parcelamento sem juros é uma maravilha. As parcelas contratadas agora se virão nas faturas seguintes. Assim, a conta que está barata neste mês pode vir cara daqui a três meses, quando as parcelas se acumularem. Portanto, fique de olho no valor total das parcelas a vencer.

Coloque essas dicas em prática e volte a desfrutar de todas as vantagens que o seu cartão de crédito pode oferecer – e sem sustos! Para isso, basta que você sempre pague o valor total da fatura, não use o cartão de crédito para sacar dinheiro e resista à tentação de ter vários cartões.

Veja também aqui no blog dicas sobre compras inteligentes, como administrar bem o seu dinheiro em tempos de crise e tenha ainda mais controle sobre a sua carteira. Aproveite e boas compras!

Alergias e asma: os 5 maiores mitos

Alergias-e-asma.
Alergias e asma: somente quem enfrenta esses problemas todos os dias sabe o desafio que essas duas palavrinhas representam… Eu sou um exemplo: sofro bastante com uma rinite alérgica crônica e, para piorar a situação, descobri há pouco tempo que tenho também um desvio de septo significativo. Resultado: durante as crises, a minha respiração fica bastante comprometida. Da última vez que fui ao médico para falar sobre as minhas alergias, ele me disse uma coisa que me fez pensar:

“Os alérgicos e asmáticos não ficam bons, eles ficam bem.”

E o que isso significa? Simples: alergias e asma não têm cura, são condições crônicas que devem ser controladas ao longo da vida. A boa notícia é que quando seguimos direitinho o que os médicos recomendam, esse “bem” se transforma em “muito bem, obrigada!”

O primeiro passo para manter alergias e asma sob controle é se consultar com um médico, tirar todas as suas dúvidas com ele e seguir à risca o tratamento prescrito. Mas nós podemos facilitar um pouquinho o trabalho relacionado à informação desvendando os 5 maiores mitos relacionados a alergias e asma. Confira abaixo!

1 MITO: Algumas raças de cães, como Chihuahuas, são melhores para quem tem alergias e asma.
REALIDADE:
É a proteína encontrada na saliva, na caspa e na urina do animal que causa alergia, e não o pelo. Como todos os cães têm caspa, saliva e urina, não existem raças específicas que sejam melhores para pessoas com alergias e asma.

2 MITO: A asma pode ser curada.
REALIDADE:
A asma não tem cura. Entretanto, com diagnóstico e tratamento adequados, é possível levar uma vida normal e ativa, com pequena perturbação da qualidade.

3 MITO: Mudar-se para regiões quentes e secas cura alergias e asma.
REALIDADE:
Talvez a mudança para regiões de clima quente e seco alivie os sintomas de alergias  por alguns meses, mas podem surgir novas alergias, por exemplo a plantas locais, em um curto período. Não existe um lugar onde você possa escapar das alergias e da asma.

Alergias-e-asma-24 MITO: A asma desaparece quando as crianças crescem.
REALIDADE:
A asma é um estado crônico de hiperresponsividade. Em algumas crianças os sintomas desaparecem na adolescência, ao passo que em outras eles se agravam; no entanto, a tendência à hipersensibilidade das vias aéreas permanece. Infelizmente, não há como prever o progresso clínico de uma criança.

5 MITO: As alergias são inofensivas.
REALIDADE:
As alergias são um problema grave e devem ser tratadas de forma adequada. Caso contrário, podem reduzir a qualidade de vida, o que inclui o comprometimento do sono e da capacidade de aprendizado. Quando não tratadas, também podem causar outros problemas respiratórios crônicos, como asma e sinusite, e distúrbios cutâneos, como eczema e urticária. Algumas alergias, como a alimentos, medicamentos e picadas de insetos, podem causar anafilaxia, uma forte reação que pode ser fatal.

Saúde

Veja também