Não faça promessas de ano-novo

ano-novoVocê já prometeu algo a si mesmo no fim do ano que não conseguiu cumprir no ano seguinte? Se sim, para 2017, quero lhe encorajar a não fazer promessas de ano-novo, mas sim a traçar metas.

Mas não é a mesma coisa?, você pode perguntar. Não, não é a mesma coisa. Veja por quê. Estudiosos de gestão do tempo dizem que para se alcançar um objetivo mais facilmente é preciso ser específico, determinando em que prazo será realizado e quais os recursos necessários.

Por isso, para que 2017 seja um ano de realizações, e não mais um ano só de “promessas”, pense no que você tem de fazer para que seus objetivos se cumpram e estipule um prazo para cada um deles. Por exemplo: se o objetivo é emagrecer, faça-se as seguintes perguntas:

– Quantos quilos quero ou preciso perder?

– Quais as medidas que tenho de tomar?

– Quando vou começar a trabalhar para que isso aconteça?

Respostas: Quero perder 5 quilos. Vou parar de tomar refrigerante a partir do dia 2 de janeiro. Vou ao nutricionista no dia 15 de janeiro. Vou me matricular na academia no início de fevereiro etc.

Além disso, reflita no que você conquistou esse ano. Lembrar as coisas boas nos ajuda a ter ânimo para ir em busca de novas conquistas. Eu, por exemplo, tenho um arquivo no meu e-mail no qual insiro há alguns anos as conquistas do ano anterior e os planos para o próximo ano. É muito bom olhar para trás e ver que a vida é, sim, muito boa e que, com fé e esforço, podemos alcançar nossos maiores sonhos.

Por falar em sonhos, outra dica é reunir pessoas queridas e pedir que cada um escreva seus sonhos num papel. Depois que todos tiverem feito isso, um pessoa recolhe “os sonhos” de todos e os guarda em uma caixa – com a garantia de não abri-los durante o ano e nem perdê-los, é claro! No fim do ano seguinte, todos se reúnem novamente para a abertura da caixa e compartilham os sonhos que tenham conseguido realizar.

Então, está disposto a encarar o desafio de parar de fazer promessas e começar a traçar metas? Eu já comecei a fazer as minhas. Anime-se! Temos até meia-noite de amanhã para terminá-las! :)

Que 2017 seja um ano de muitas realizações para todos nós! 

Como lidar com situações delicadas (especialmente no Natal)

Em muitas reuniões familiares, no Natal principalmente, deparamos com situações delicadas em que é preciso ceder e agir com a razão a fim de preservar as relações. Dar respostas francas – ou respostas francas demais –, fazer críticas ou convencer as pessoas de algo em que você acredita são algumas atitudes que, se não tomadas com uma boa dose de inteligência emocional, podem causar transtorno e mal-estar na noite de ceia.

Segundo a psicóloga Susan Heitler, na hora de emitir uma crítica, o ideal é “pular a reclamação e passar diretamente à explicação”. Susan explica que, em vez de dizer para um dos seus familiares “Não é assim que se faz o peru de Natal. Desse jeito ele vai ficar ressecado.”, é melhor dar conselhos como: “Minha avó me ensinou três dicas para deixar a carne mais macia e deliciosa…” Afinal, ninguém gosta de receber críticas e, fazer isso de forma indiscriminada, apenas leva o outro a ficar na defensiva, dificultando a possibilidade de um acordo.

Outro ponto é o comportamento durante as reuniões em família. Passar por gafes em festas de Natal e Ano-Novo (momento reconhecidamente tensos, em que ter a família toda reunida pode gerar “pequenos atritos e excesso de opinião”) é algo que nenhum de nós deseja. Para evitar que isso aconteça, aqui estão algumas dicas para evitar dores de cabeça:

  • Evite assuntos polêmicos – como aquele primo que perdeu o terceiro emprego no mesmo ano, a tia que está visivelmente mais cheinha ou o divórcio do irmão – é a melhor maneira de não colocar o próprio problema na lista de tópicos a serem discutidos. Se você não quer ser apontado, não aponte.
  • Disfarce a frustração de ter tirado ou ter sido tirado por um parente com quem não tem muito contato ou intimidade no amigo-oculto. Mantenha o sorriso mesmo se ganhar um presente do qual não gostou muito (não se esqueça de que meias são coisas muito úteis!)
  • As crianças não querem comer fios-de-ovos (fios-de-ovos sempre muito polêmicos), panetone (frutas cristalizadas, eu entendo…) e tender? Não entre em pânico nem deixe que elas entrem. Se você é o anfitrião, prepare de antemão um cardápio mais atrativo para elas. Se estiver visitando parentes ou amigos, certifique-se de levar consigo algo que seu filho possa comer na hora da ceia.
  • Mantenha-se ocupado. Essa é a melhor maneira de fugir de conversas e pessoas desagradáveis. Mesmo que não seja o anfitrião, você pode se oferecer para repor os salgadinhos na mesa, o gelo das bebidas, guardar as bolsas dos convidados que chegam ou até mesmo distrair e acalmar as crianças para evitar a bagunça. Ser prestativo, além de ser uma qualidade e tanto, vai garantir seu sossego durante a festa.

Se no fim nada der certo, lembre-se: as festas de fim de ano são o melhor período para exercitar o perdão. ;)

Especial devocional: como superar as perdas

devocional-superar-perdasA morte de alguém que conhecemos – próximo ou não – sempre nos faz refletir sobre a vida. A Bíblia diz no livro de Eclesiastes que “melhor é ir à casa onde há luto do que ir à casa onde há banquete, porque naquela está o fim de todos os homens, e os vivos o aplicam ao seu coração.”

A perda do meu avô no último mês de julho foi inesperada e rápida – como um soco no estômago. A repentina falta da sua presença e a consciência da sua ausência vieram à tona no horário do almoço de uma sexta-feira. A vida tem destas coisas: levar pessoas de repente e deixar a saudade no lugar delas. Tive pouco contato com meu avô materno, mas seu sorriso e alegria de viver o faziam especial.

No dia em que se faz menção aos mortos, deixo uma reflexão de nosso livro Promessas para uma vida plena: 52 semanas com Deus que mostra como a confiança em Deus em um momento de perda pode trazer consolo ao nosso coração e esperança de um futuro feliz outra vez:

Mudou o Senhor a sorte de Jó, quando este orava pelos seus amigos; e o Senhor deu-lhe o dobro de tudo o que antes possuíra. (Jó 42.10)

A perda deixa um vazio. Pode ser a perda de alguém querido que não está mais ao nosso lado ou de algo que possuíamos, material ou imaterial, como determinada casa, um emprego ou até mesmo a saúde.

Jó perdeu os filhos, os amigos em quem confiava, o apoio e o respeito da esposa, os bens e a própria saúde. No entanto, ele manteve a fé. Apesar do desespero, Jó confiou no Senhor. Depois de algum tempo – que para Jó deve ter parecido sem fim –, Deus mudou sua sorte. Bem no momento em que orava por seus amigos, o vazio em sua vida causado pelas perdas começou a ser preenchido – e se multiplicou! O texto bíblico afirma que tudo que Jó possuía antes lhe foi dado em dobro (Jó 42.10).

E depois de passar por tudo, Jó concluiu que antes conhecia o Criador só de ouvir falar, mas depois daquela experiência o conheceu face a face (Jó 42.5).

O Senhor pode fazer o mesmo por você. Mesmo diante das perdas, Ele pode preencher o vazio do seu coração. O seu papel é perseverar e interceder pelo próximo, assim como Jó, crendo que Deus vê a sua dor e se compadece dela.

Oração

Espírito Santo, preenche o vazio que sinto diante das perdas e me ajuda a superar a dor que elas deixaram. Rogo-te também por amigos e familiares que estão passando por momentos difíceis, crendo que o Senhor está olhando por nós. Sei que em Ti eu posso confiar. Em nome de Jesus, amém!

Desafio do dia

Liste algumas pessoas que Deus colocou na sua vida – o seu próximo – e interceda por elas. Peça ao Senhor que as abençoe e creia que Deus estará, ao mesmo tempo, cuidando de você.

(Semana 50 do livro Promessas para uma vida plena: 52 semanas com Deus)

devocional-superar-perdasEste conteúdo faz parte da Caixa Devocional Promessas para uma vida plena: 52 semanas com Deus, um produto voltado para o momento conhecido como devocional – um tempo dedicado ao relacionamento com Deus por meio da leitura da Bíblia e da oração. A caixa contém um livro com 52 devocionais (um para cada semana do ano!) que trazem uma oração e um desafio da semana ao final. As reflexões tratam de temas cristãos universais como Fé, Perdão, Graça e Salvação. Além do livro, a caixa ainda conta com 20 lindos marcadores de livro, 20 adesivos e outras duas caixinhas: a primeira traz 366 versículos com promessas de Deus para cada um de nós e a segunda, 366 atividades para fazer bem ao próximo. Uma para cada dia do ano!

Como montar um escritório em casa e consumir menos energia

escritorio-energiaTrabalhar em casa pode ser uma ótima opção para quem sabe organizar a própria rotina e se cansou daquela “vida de escritório”. Você não só tem mais tempo para si como também contribui para a preservação do meio ambiente.

Do ponto de vista sustentável, pessoas que trabalham em casa ajudam a reduzir o tráfego, economizam combustível e, consequentemente, diminuem a poluição do ar. Mas é preciso estar atento, pois mesmo uma estrutura pequena pode consumir bastante energia e ser fonte de desperdício e poluição. A seguir veja algumas práticas que você pode adotar para preservar sua saúde, seus recursos e o meio ambiente ao trabalhar em casa.

Cuidados com o escritório

● Diminua a desordem, para aspirar, limpar e encontrar documentos e objetos mais facilmente.
● Assegure-se de que o escritório esteja bem ventilado, pois os equipamentos eletrônicos são uma fonte importante de calor e gases nocivos.
● Evite móveis de escritório feitos de madeira aglomerada, que pode conter compostos orgânicos voláteis (COVs). Prefira madeira maciça.
● Considere a compra de móveis de segunda mão, para reaproveitar materiais, economizar dinheiro e reduzir a emissão de gases.
● Aproveite ao máximo a luz natural. Seu monitor poderá precisar de protetor de tela para reduzir o reflexo, mas tente manter a mesa perto da janela para ler sob a luz natural.
● Na iluminação artificial, use lâmpadas fluorescentes compactas (LFCs), mais eficientes.

Escolha dos equipamentos

● Escolha produtos econômicos, de preferência com alguma certificação de consumo eficiente de energia.
● Opte por um computador que possa receber upgrades com facilidade.
● Avalie a conveniência de um laptop. Ele pode consumir até 90% menos energia que um computador de mesa, e pode ser usado com monitor, teclado e mouse convencionais.
● Para economizar energia, prefira periféricos, como drives de CD, no computador, em vez de comprar unidades independentes. Ou compre unidades independentes alimentadas pelo próprio computador.
● Avalie aparelhos multifuncionais, que reúnem num só impressora, fax e scanner e que podem economizar energia.
● Ao escolher uma impressora, lembre-se de considerar a capacidade de impressão e o preço dos cartuchos de tinta.
● Se precisar de um aparelho de fax, escolha um compatível com papel comum, para utilizar os dois lados, e procure modelos que escaneiam os dois lados, para poupar energia. Ou então adquira um software de fax. Se tiver scanner, use-o para enviar documentos por e-mail.

Como economizar energia

● Use os recursos de economia de energia de seus equipamentos.
● Escolha o menor período de inatividade possível para seu computador entrar em modo de repouso.
● Desligue os aparelhos da tomada quando não estiverem em uso.
● Evite os protetores de tela do computador. Eles são desnecessários em monitores de cristal líquido e não reduzem o consumo de energia. Recorra ao modo de repouso ou desligue a máquina.
● Se o computador não dispõe de recursos de economia de energia, desligue o monitor quando estiver fora de uso; ele é responsável por 80% do consumo.
● Ao imprimir, escolha a opção “rascunho”, para economizar tinta.

O que fazer com o lixo eletrônico

● Tente reaproveitar periféricos e outros componentes, e reciclar computadores antigos.
● Doe aparelhos antigos a organizações sem fins lucrativos ou a amigos.
● Recicle ou recarregue os cartuchos da impressora. Existem empresas que recarregam cartuchos, mas confira se a recarga não danificará a impressora ou invalidará a garantia.

Mente saudável: como ter mais energia e viver melhor

mente-saudavelVocê já se perguntou por que as pessoas que fazem mais atividades têm mais energia, mais interesses, um círculo de amigos e conhecidos maior e uma atitude geral mais positiva em relação à vida? Embora fazer muitas atividades talvez não seja prudente do ponto de vista físico, isso pode trazer benefícios mentais, pois pessoas muito ativas em geral estão abertas a novas ideias, tem mais facilidade em seus relacionamentos e são menos resistentes a mudanças. Veja a seguir quatro dicas para melhorar sua saúde mental:

Faça uma pausa
Uma pausa na rotina normal favorece a sensação de bem-estar, e, se for possível associar esse intervalo a um belo cenário, boa comida, cultura, mar, sol ou neve, tanto melhor. As viagens ampliam a mente, mas, mesmo sem essa opção, é importante interromper um pouco a jornada diária e a rotina da semana de trabalho normal.
Os benefícios mentais – e físicos – do descanso são recompensadores.

Esteja aberto a mudanças
O problema de muitas pessoas é a facilidade para criar hábitos não muito benéficos à saúde mental e até mesmo prejudiciais. Resistir às mudanças ou simplesmente se desinteressar leva ao desperdício de oportunidades de melhoria da vida. Se você sente que suas habilidades mentais estão estagnando, experimente algumas das opções a seguir:

• Faça algum programa cultural que nunca experimentou, como ir à ópera, ao balé, a uma exposição de artes ou mesmo a um show de rock. Mantenha a mente aberta: se não gostar, não precisa ir de novo, mas talvez você se divirta.

• Pratique um esporte novo ou que tenha abandonado na adolescência. Clubes e academias costumam oferecer aulas experimentais.

• Aproveite as férias para uma atividade diferente: caminhada, cavalgada, pintura, navegação, alimentação gourmet, ioga.

• Assista a uma competição ao vivo, de preferência de um esporte que você nunca tenha praticado ou que não pratica há anos. É ainda melhor se for ao ar livre.

• Você tem alguma habilidade que poderia ensinar a crianças? Algumas escolas acolhem voluntários que possam atuar como treinadores, ensinar xadrez, ajudar as crianças a cuidar do jardim e cozinhar etc. Esses voluntários obtêm benefícios mentais significativos por estarem cercados de jovens e compartilharem ideias.

• Junte-se a um círculo de leitura ou crie um. Esse é um grupo informal de pessoas que se reúnem com frequência para discutir o que leram. Encoraja a leitura, cria um foco e melhora habilidades fundamentais que talvez já estejam se perdendo.

• Aprenda uma língua ou uma nova habilidade, talvez algo que você sempre quis fazer, mas para o que nunca teve tempo.

Relacione-se
Não existe nada mais edificante do que um bom relacionamento, mas o estresse, a frustração ou o ressentimento podem acarretar depressão e ansiedade. Os relacionamentos não são estáticos e há quem considere as mudanças estressantes. As relações não se fazem sozinhas, é preciso que as pessoas contribuam. Também é importante que os pais não negligenciem o seu relacionamento por causa das demandas familiares. Momentos revigorantes passados juntos fortalecem a relação.

Arrisque-se
A maioria das pessoas se arrepende mais do que não fez. Não é raro acreditarem ser tarde demais para alcançar algum objetivo, mas isso não costuma ser verdade. Embora as mudanças de vida possam ser difíceis, com frequência tudo dá certo. Mudar de carreira, voltar a estudar, terminar um relacionamento, mudar de casa e viajar são decisões que não devem ser tomadas sem pensar, mas conversar com amigos e parentes sobre as escolhas que eles fizeram pode ajudar você a tomar a decisão certa.

Turbine seu sistema imunológico

sistema-imunologicoO ritmo de vida que levamos e o tipo de comida fast-food com que nos alimentamos nem sempre contribuem para que nosso sistema imunológico funcione perfeitamente. Por isso, hoje é mais importante que nunca manter o sistema imunológico em plena forma para que as enfermidades possam ser repelidas – das mais simples às mais graves.

Seu sistema imunológico é uma complexa rede de células, tecidos e órgãos. Durante a operação na eficiência máxima, esses elementos operam harmonicamente em conjunto, como uma orquestra bem conduzida, para repelir o ataque de bactérias, vírus e fungos cuja missão é penetrar o corpo e causar infecções.

A seguir, você descobrirá estratégias essenciais para criar e manter um sistema imunológico robusto e equipá-lo com as armas que aumentarão sua imunidade.

Corte os doces. E os alimentos gordurosos, as maléficas gorduras trans e os carboidratos vazios. Todos prejudicam o sistema imunológico.

Consuma alimentos naturais, não industrializados. Alimentos não processados, como frutas, legumes, laticínios e até carnes magras, possuem os nutrientes indispensáveis a um sistema imunológico robusto. Alimentos embalados e processados não apenas tiveram muitos desses nutrientes retirados como recebem a adição de substâncias químicas destituídas de qualquer benefício.

Mantenha-se ativo. O exercício físico é uma das práticas mais vantajosas para o fortalecimento da imunidade. Além de uma caminhada acelerada de 20 a 30 minutos quase todos os dias da semana, pratique atividades de musculação pelo menos três vezes por semana. Pesquisadores estão chegando à conclusão de que a massa muscular ajuda a combater os micróbios causadores de doenças – e até a acelerar a recuperação de infecções e ferimentos.

Durma profundamente. No mesmo patamar da prática do exercício está o sono adequado. Especialistas em imunidade afirmam que há indícios de que dormir por volta das 21h ou 22h e repousar pelo restante da noite sustenta e restaura o sistema imunológico.

Cãibra de madrugada: o que fazer?

caibrasCãibras podem acometer qualquer um, mesmo quando se é saudável e o condicionamento físico é bom. Essas contrações musculares dolorosas costumam ocorrer quando a pessoa está deitada na cama, durante e após o exercício, ou após longo período de imobilidade.

Como acontece
O sangue é bombeado continuamente para os tecidos do corpo e, depois, impulsionado de volta pelas contrações musculares. Ao ficarmos deitados imóveis por um longo período, a falta de contrações musculares pode prejudicar o bombeamento do sangue e a circulação torna-se mais lenta. Isso causa acúmulo de gás carbônico e ácido lático nos tecidos, além de elevação dos níveis de glicose, íons e aminoácidos. O excesso de ácido lático desencadeia dor aguda e contração forte e prolongada dos músculos, provocando a cãibra.

Veja a seguir o que fazer para aliviar as cãibras causadas por espasmo muscular na cama:

1 Em caso de dor na panturrilha, fique de pé, apoiado sobre a perna que dói, e dobre levemente o joelho. Quando a cãibra for na coxa, mantenha as duas pernas retas e incline o corpo para a frente na cintura. Apoie-se para não perder o equilíbrio.

2 Alongue e massageie o local. Estenda a perna e flexione os dedos para cima, enquanto massageia a perna com delicadeza para relaxar os músculos. Use movimentos circulares para aumentar a circulação.

3 Aplique frio ou calor à perna. Use uma toalha morna ou uma bolsa de água quente enquanto o músculo estiver tenso e rígido. A compressa fria alivia a dor muscular residual.

4 Beber um copo de água tônica também é recomendado, pois contém quinino, que é eficaz na redução de cãibras.

Quer saber mais? Veja aqui outras dicas para combater a cãibra.

Mantenha a casa limpa com produtos naturais

casa-limpaCom os preços dos produtos de limpeza cada vez mais caros, é hora de pensar se não vale a pena fabricar os próprios produtos de limpeza para deixar a casa limpa. Você vai se surpreender com a eficácia dessas fórmulas simples na remoção da sujeira e dos germes. Também vai adorar ver quanto dinheiro vai economizar com isso. Outro motivo para sorrir: você não estará poluindo o ambiente da sua casa com elementos químicos potencialmente prejudiciais, nem expondo sua família às toxinas encontradas em muitos produtos de limpeza comerciais.

Cinco ingredientes simples e mágicos
Como sabemos que funcionam? É simples: eles limparam incontáveis lares ao longo de décadas, muito antes de os produtos químicos de limpeza começarem a enfeitar as prateleiras das lojas. Além disso, eles contam com embasamento científico: suas propriedades químicas e seus níveis de pH (isto é, alcalinidade ou acidez) neutralizam os germes e decompõem a gordura e a sujeira. Com estes cinco ingredientes, você pode limpar e polir a sua casa de forma segura.

Bicarbonato de sódio
Bórax (borato de sódio)

O bórax é um mineral natural feito de sódio, boro, oxigênio e água. Ele tem propriedades que o tornam um ótimo produto natural de limpeza. Além disso, desinfeta e age como um reforço natural na lavagem das roupas, é um fungicida e um limpador multiuso. Por falar nisso, não confunda o bórax com o ácido bórico – eles são diferentes e têm usos distintos.

Embora seja um produto natural, o bórax tem seus riscos – como muitas outras substâncias naturais, pode ser tóxico se ingerido. Guarde fora do alcance de crianças, não utilize perto de alimentos e, para garantir a segurança, use o bórax em áreas bem-ventiladas ou coloque uma máscara no rosto quando for utilizá-lo para limpeza.

• Suco de limão
• Vinagre branco
• Óleo essencial de melaleuca

As quantidades indicadas nas receitas a seguir são flexíveis. Uma vez que cada residência é diferente, você pode ter de usar um pouco mais ou um pouco menos de um ingrediente em particular para realizar o serviço e deixar a casa limpa.

1. Limpador de superfícies multiuso

1 colher (chá) de bórax
1/2 xícara de vinagre branco
3 colheres (sopa) de suco de limão fresco
1 1/2 xícara de água

Adicione o bórax, o vinagre, o limão e a água numa tigela e misture bem até o bórax dissolver completamente. Use um funil para transferir a solução para um borrifador e use livremente para limpar as superfícies da cozinha. Se você dobrar ou triplicar a receita, também pode usá-lo para esfregar os pisos da cozinha e dos banheiros. Em todos os casos, enxágue bem.

2. Produto para limpar panelas sem arranhar

1/4 de xícara de bicarbonato de sódio
vinagre branco

Coloque o bicarbonato de sódio numa tigela e adicione vinagre branco suficiente apenas para fazer uma pasta grossa que você possa espalhar. (Quando adicionar o vinagre ao bicarbonato, a mistura vai borbulhar.) Use com uma esponja de plástico para limpar panelas e frigideiras; a mistura não arranha revestimentos antiaderentes.

3. Limpador de vidros

1 xícara de água
1 xícara de vinagre branco

Misture a água e o vinagre numa garrafa com borrifador e utilize para limpar e polir qualquer superfície de vidro. Para deixar os vidros extrabrilhantes, use jornal em vez de toalhas de papel.

4. Spray para remover mofo dos azulejos dos banheiros

1/4 de xícara de bórax
2 xícaras de água quente
1/4  de colher (chá) de óleo essencial de melaleuca
5 a 10 gotas de óleo essencial de tomilho

Misture o bórax na água quente numa tigela até dissolver completamente. Adicione os óleos essenciais de melaleuca e tomilho e transfira a mistura para uma garrafa com borrifador. Borrife nos rejuntes escurecidos pelo mofo e esfregue com uma escova dura. Dependendo do quanto o mofo estiver entranhado e do tempo em que o problema existe, pode ser necessário repetir a aplicação mais vezes. Assim que se livrar do mofo, borrife a solução nos azulejos para evitar que a umidade se espalhe. Observação: o bórax pode tornar a banheira ou o boxe escorregadios, por isso enxágue bem as superfícies e tome cuidado ao entrar e sair.

Como ter articulações saudáveis

articulacoesSentir dor nas articulações é muito ruim. Para evitar que isso aconteça e prevenir lesões, existem alguns hábitos que podem ajudar a proteger bem as articulações e minimizar problemas articulares.

Mantenha boa mecânica corporal

• Endireite-se! A boa postura protege as articulações do pescoço, das costas, dos quadris e dos joelhos.
• Na posição de pé, a altura da superfície de trabalho deve ser ajustada para evitar que o corpo fique curvo.
• Sentado, a altura correta da superfície de trabalho é determinada pela altura do cotovelo fletido a 90 graus.
• Ao apanhar objetos do chão, dobre os joelhos e os quadris. Se puder, sente-se em uma cadeira e incline-se.

Saiba usar as mãos

• Evite torcer ou forçar as articulações. Em vez de fazer força para abrir um vidro, use água quente para afrouxar a tampa e a palma da mão para abrir, ou use um abridor.
• Evite posições em que os dedos são empurrados em direção ao dedo mínimo.
• Procure segurar objetos com a mão aberta, em vez de agarrá-los.
• Ao abrir gavetas, o uso de uma alça que permita puxar com o punho ou o antebraço reduz a tensão nos dedos.

Movimente-se

• Uma vez ao dia, mova cada articulação do corpo em toda a amplitude de movimento, sem forçar a ponto de sentir dor. Mexa devagar e com suavidade porque o movimento abrupto pode lesionar a articulação.
• Ao escrever ou fazer outros trabalhos manuais, estenda os dedos a cada 10 a 15 minutos.
• Em longas viagens de automóvel, saia do carro e estique o corpo pelo menos uma vez a cada hora.
• Em uma longa viagem aérea, levante e caminhe de vez em quando para evitar o enrijecimento articular.
• Ao viajar de trem, caminhe pelos vagões para esticar as pernas.

Evite a sobrecarga articular

• Evite a pressa – trabalhe em ritmo constante e moderado.
• Repouse antes que sinta fadiga ou dor.
• Alterne atividades leves e moderadas durante o dia.

Preste atenção em sua dor

Aprenda a distinguir entre dores normais do dia a dia e aquela causada pelo uso exagerado de uma articulação. Se a dor persistir por mais de uma hora após uma atividade, talvez você tenha exagerado. Da próxima vez, procure fazer um pouco menos ou encontre um modo que exija menos esforço.

Salada de banana e frutas vermelhas

salada-de-bananaEm clima de Olimpíadas – cuja edição este ano está sendo homenageada pelo Google como Olimpíadas das Frutas em sua página de busca (graças a um jogo que eles estão lançando, o Doodle Fruits Games)  –, que tal comemorar uma vitória do Brasil com uma receita de salada de banana e frutas vermelhas temperada com iogurte e suco de laranja?

Tempo de preparo 20 minutos, mais 2 horas na geladeira
Rende 4 porções

250 g de mix de frutas vermelhas (framboesas, amoras e morangos)
2 bananas
250 g de iogurte natural desnatado
3 colheres (sopa) de mel
4 colheres (sopa de suco de laranja espremido na hora
1-2 colheres (chá) de canela em pó
Uma pitada de cravo-da-índia em pó
Para decorar: folhas de hortelã e canela em pó

1 Retire os cabinhos e fatie os morangos. Coloque-os com as outras frutas vermelhas numa tigela grande. Acrescente as bananas fatiadas.
2 Misture o iogurte, o mel e o suco de laranja, nessa ordem. Adicione a canela e o cravo em pó a gosto.
3 Leve à geladeira por 2 horas para apurar os sabores. Decore com folhas de hortelã, polvilhe com canela e sirva.

Cada porção fornece:
154 calorias
34 de carboidratos
5 g de proteínas
1 g de gordura (sem gordura saturada)

Culinária

Veja também