Conheça a crepioca, a versão encorpada da tapioca

A crepioca é a mais nova receita queridinha das dietas e aparece em todos os Instagrams de alimentação fitness. Se você é ligado no assunto, com certeza já ouviu falar. Está na hora de entender porque essa massa diferente promete emagrecer mais do que a tapioca. O grande lance da crepioca é que ela promove uma saciedade maior (a tapioca pura é mais leve e menos rica nutricionalmente) e ainda pode turbinar o ganho de massa magra para quem faz exercícios regularmente por ter ainda mais proteínas do que a versão tradicional.

A principal diferença entre a tapioca e a crepioca é que, na segunda receita, a massa de tapioca é misturada com ovo ou leite e o resultado final lembra, em gosto e aparência, um crepe.

crepiocaA receita turbinada com ovo ganha mais proteínas graças aos benefícios da clara, que é rica no nutriente e, por isso, pode ajudar a recuperar os músculos após a malhação e favorecer o ganho de massa magra. Ela ainda possui vitaminas do complexo B, potássio e ferro, aumenta a saciedade, melhora a disposição e a concentração, além de ser aliada para acabar com a flacidez da pele, uma vez que estimula a produção de colágeno pelo organismo.

Já a crepioca que leva leite no preparo também ganha em proteína e tem a vantagem de fornecer mais cálcio ao corpo. Porém, a indicação é optar pela versão desnatada para diminuir os níveis de gordura absorvidos pelo corpo. Também é possível apostar no leite de castanhas, amêndoas ou de soja.

Especialistas recomendam o consumo da crepioca uma vez ao dia, antes ou depois do treino, dependendo do horário que você frequenta academia. Se você é daqueles que gosta e consegue malhar pela manhã, é melhor consumir a crepioca depois da musculação. Se sair do treino muito tarde, é bom comer antes para evitar consumir a receita imediatamente antes de dormir.

Crepioca de ovo

A crepioca com ovo ganha mais proteína graças à clara, que é rica nesse nutriente. Para prepará-la,misture bem um ovo e uma clara com duas colheres de sopa cheias de farinha de tapioca peneirada. Depois, basta assar essa massa em frigideira antiaderente, virando para dourar os dois lados, e rechear.

Crepioca de leite

Para a crepioca de leite, cujo modo de preparo é muito semelhante à receita anterior, bata duas colheres de farinha de tapioca com 50 ml de leite desnatado, de castanhas, amêndoas ou de soja. Essa mistura também deve ser levada a uma frigideira antiaderente e assada de ambos os lados, até que esteja com aspecto de crepe. Dica: se você consome do whey protein, é possível adicionar uma medida do pó à essa massa para garantir mais proteínas à receita.

Recheios para crepioca

Os melhores recheios para quem está de dieta são o queijo cottage, o peito de peru ou frango desfiado. Se a ideia for preparar uma crepioca doce, você pode fazê-la com bananas e canela, ingrediente que acelera o metabolismo e ajuda a queimar calorias. Mas aqui, vale abusar da criatividade. Você pode rechear a sua crepioca com pasta de amendoim integral (vendida em loja de produtos naturais e muito recomendada pelos nutricionistas por suas “gorduras boas”), geleia ou doce de leite diet, coco ralado sem açúcar, ovos mexidos e muito mais.

“Rata” de livraria, jornalista (escritora um dia, quem sabe?) e catálogo de música ambulante. Adora sorvete, cachorros e viajar. Mais do que isso, adora conhecer pessoas e suas histórias e fazer amigos.