Jardinagem urbana

jardinagem urbana

Muitas pessoas reclamam que sentem falta de plantas e vida em casa, e usam a desculpa de morar na cidade ou em um apartamento para nunca iniciar a jardinagem no lar. Se você é uma destas pessoas, você está encrencado! Listei abaixo 3 possíveis empecilhos para a jardinagem e as suas respectivas soluções, assim você não vai ter mais motivos para procrastinar. Afinal, não é só no campo que podemos desfrutar da proximidade com a natureza, não é mesmo?

Meu espaço é pequeno para um canteiro

Cultive plantas e hortaliças em vasos. Esta pode ser uma boa solução. Só lembre-se das seguintes dicas:

  • Use vasos grandes para que suas plantas tenham espaço para crescer. Informe-se no horto sobre a quantidade de terra de que cada planta precisa. Apesar de os cientistas terem desenvolvido vegetais e hortaliças que não precisam de muito espaço para crescer, alguns ainda precisam de bastante terra. Você vai precisar de um vaso grande para cultivar apenas um pé de tomate.
  • Use terra adubada nos seus recipientes em vez de terra do jardim. Esse tipo de solo é mais leve, drena a água com mais facilidade e é esterilizado para matar sementes de ervas daninhas e doenças que podem arruinar suas plantas.
  • Use um fertilizante de liberação lenta em cápsulas. Como é preciso regar plantas de vasos com frequência, os fertilizantes normais tendem a ser levados para for a da terra. Mas, na forma de cápsulas, uma única aplicação vai liberar devagar os nutrientes para a planta e durar vários meses.
  • Não regue demais as plantas. Encharque o conteúdo do vaso sempre que você o regar, mas jogue fora a água extra que encher o prato sob o vaso. Deixar a planta na água aumenta as chances de a raiz apodrecer. Como um dos sinais de apodrecimento radicular é a planta murchar, muitas pessoas acham que ela precisa de mais água, o que causa um estrago maior. Se você não tem certeza de sua planta estar murcha por causa de muita ou pouca água, retire a planta do vaso. Se as raízes estiverem marrons e gosmentas, estão apodrecendo. Coloque menos água.

Adoraria fazer jardinagem, mas moro em apartamento

Use cestas e vasos de plástico. Mesmo se mora em um andar alto de um prédio, longe do solo e do espaço cultivável mais próximo, você ainda pode cultivar plantas em vasos e cestas penduradas. Siga estas dicas:

  • Em prédios altos, as varandas podem ficar muito quentes e secas por causa do sol refletido pelo prédio. Com isso, você deve precisar regar suas plantas todos os dias. Como você provavelmente terá de carregar água da pia ou da torneira do tanque, lembre-se dessa tarefa quando estiver planejando quantas plantas pretende cultivar.
  • Use vasos de plástico e não de barro. Plantas cultivadas em potes de plástico secam mais devagar porque os vasos não são porosos como os de barro. Coloque 5 cm de camada de restos orgânicos em cima da terra do recipiente para reduzir a evaporação da água.
  • Se você está planejando usar cestas penduradas, pense em como vai regá-las. É seguro subir em um banco e regá-las com um regador? Você vai se cansar de tirar a cesta do gancho para regá-la com frequência?

Minhas plantas vão morrer se eu viajar

Use cristais que liberem água. Uma solução rápida, barata e prática é comprar pequenos cristais de gel que absorvem e, depois, liberam gradualmente a água. Indicados para arranjos, podem ser encontrados em lojas de jardinagem e bricolagem. Quando adicionamos água a esses grânulos de polímero, eles absorvem várias vezes o seu peso em água. Ao misturá-los com a terra dos vasos de suas plantas e regá-las, os cristais ficam molhados e, depois, liberam a água lentamente, mantendo suas plantas vivas, enquanto você estiver viajando. Siga as instruções do rótulo do produto, porque colocar cristais a mais num vaso de plantas não é necessariamente melhor. Como eles se expandem quando estão molhados, cristais demais podem inchar e machucar a planta ou até empurrá-la para fora do vaso.

 

E aí? Você já separou o cantinho da casa onde as suas novas plantas serão dispostas?

Minha maior alegria é conhecer lugares novos. Curioso como uma criança, sou aficionado por literatura e não perco uma oportunidade de fugir da cidade para curtir a natureza.