Sua alimentação faz bem ao cérebro?

Você provavelmente já se alimenta pensando em fazer bem ao cérebro, não é? Mas que tal responder às perguntas abaixo marcando “verdadeiro” ou “falso” e comprovar? Pegue papel e caneta e vá anotando se a sua resposta é V ou F.

1. Pulo o café da manhã com frequência.
2. Costumo comer frutas, nozes ou iogurte como lanche, em vez de bolachas ou doces.
3. Fico com muita fome entre as refeições, principalmente no meio da tarde, quando me sinto “deprimido”.
4. Procuro comer refeições prontas uma vez a cada 15 dias ou menos.
5. Adoro alimentos fritos e crocantes, e os como o tempo todo.
6. Em geral planejo minhas refeições com antecedência e uso uma lista de compras.
7. Sei que legumes e verduras são saudáveis, mas não os como sempre, pois não gosto muito.
8. Procuro comer uma variedade de cores e texturas diferentes a cada refeição.
9. Gosto de sal. Minhas papilas gustativas estão acostumadas.
10. Tento utilizar alimentos não processados, evitar açúcar e alimentos refinados.

Para questões de número ímpar, conte um (1) para cada “falso”, e para questões de número par, conte um (1) para cada “verdadeiro”. Se você fez:

7 pontos ou mais: Você está fazendo um bom trabalho ao comer bem, para obter o melhor desempenho do seu cérebro. Apesar disso, você ainda pode melhorar, e este livro vai ajudá-lo com algumas dicas úteis.

4 a 6 pontos: Seu cérebro beneficia-se de algumas das coisas que você já está fazendo, mas há bastante espaço para melhorias. Você pode experimentar algumas das sugestões deste livro para aperfeiçoar a sua alimentação e obter uma saúde melhor.

3 pontos ou menos: A boa notícia é que você pode conseguir uma melhoria significativa na saúde do cérebro, fazendo apenas algumas mudanças simples na sua forma de comer. É possível reduzir o nível de inflamação em seu corpo e o risco de ficar acima do peso, ter pressão alta, diabetes e demência. Este livro vai inspirá-lo a começar.

alimento01Embora a alimentação tenha uma profunda influência no funcionamento cerebral, as vantagens de uma dieta saudável poderiam ser superadas por outros fatores de estilo de vida que danificam o cérebro. A boa notícia é que, quando você aprimorar seu estilo de vida, seu corpo inteiro será beneficiado. Uma notícia melhor ainda? É possível começar as mudanças agora mesmo! Separamos um guia para melhorar seu cérebro em 7 dias. Olha só:

Segunda-feira: Planeje dormir o suficiente

Organize a noite de maneira a estar pronto para dormir uma hora mais cedo do que o habitual. Mantenha a refeição leve da noite, sem álcool, e faça um lanche pequeno de carboidratos antes de dormir. Escolha uma atividade tranquila como a última coisa a fazer à noite, sem telas ou luzes brilhantes, ou ruído alto.

Terça-feira: Agende um exercício

O exercício aeróbico apropriado é importante para a saúde do corpo, e ainda traz benefícios significativos para o cérebro, de curto e de longo prazo. Marque hoje o exercício para a semana seguinte, isso torna mais fácil cumprir a agenda. Por exemplo, arrume a sacola de natação ou os apetrechos para corrida na noite anterior, ou marque um encontro com um amigo para caminhar ou dançar.

Quarta-feira: Treine o cérebro

Mantenha o cérebro em forma com palavras cruzadas ou sudoku hoje, quando tiver algum tempo livre. Experimente exercícios de treinamento cerebral on-line. Inscreva-se em um curso de línguas. Todas essas atividades estimulam o cérebro a aperfeiçoar o funcionamento de longo prazo.

Quinta-feira: Faça um planejamento para a saúde

Quando foi a última vez que você fez um check-up? A pressão alta, o tabagismo, o diabetes do tipo 2 e as doenças cardíacas estão relacionados a uma diminuição da função cerebral, por isso é importante identificar cedo e tratar esses problemas.

Sexta-feira: Planeje ser sociável

Convide os amigos para uma refeição, telefone para um membro da família ou apenas leve o cachorro para passear no parque e converse com outros proprietários. A oxitocina, hormônio gerado por sentimentos de afeição pelos outros, ajuda a reduzir o estresse e a inflamação. Afagar o gato durante dez minutos pode aumentar de forma significativa os níveis de oxitocina, se os seres humanos de suas relações não estiverem disponíveis.

alimento02Sábado: Experimente algo novo

Tente uma nova receita, ou faça compras em uma área diferente e adquira um ingrediente que você nunca usou. Como qualquer outra experiência nova, sabores não familiares estimulam a formação de neurônios novos e também é possível aproveitar essa oportunidade para escolher alimentos ricos em antioxidantes que aumentam a capacidade mental, gorduras saudáveis e carboidratos não processados.

Domingo: Relaxe e rejuvenesça

Se você tem sofrido com o estresse, reserve um tempo para pensar sobre o que o está causando. Decida se existem ações a serem tomadas. Diga “não” às pessoas que estão pedindo demais, e reserve algum tempo para si próprio. É importante fazer isso porque o estresse crônico inibe o crescimento cerebral e sua plasticidade, favorecendo a inflamação no corpo. Passe um período relaxando todos os dias, concentrando-se em um livro ou passatempo tranquilo ou qualquer outra coisa que permita a reflexão e a calma. A meditação, a ioga ou um exercício de relaxamento podem ser úteis.

Essas e várias outras dicas você encontra em Alimento para o cérebro, lançamento de Seleções que vai ajudá-lo a viver por mais tempo e com muito mais qualidade. Você sentirá prazer em preparar, comer e compartilhar as 175 receitas que, além de saborosas, fazem bem para a saúde. Alimento para o cérebro será seu melhor amigo na cozinha, ajudando você a criar refeições deliciosas que vão aumentar sua potência cerebral, melhorar seu humor e ajudar a prevenir doenças relacionadas à idade, como a demência. Clique aqui e garanta já o seu, um ótimo presente de Natal para quem você quer ter ao lado por muitos e muitos anos :)

“Rata” de livraria, jornalista (escritora um dia, quem sabe?) e catálogo de música ambulante. Adora sorvete, cachorros e viajar. Mais do que isso, adora conhecer pessoas e suas histórias e fazer amigos.